Foto Cleomir Tavares/ Diario do Rio

Foi anunciada pela Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União do Ministério da Economia (SPU/ME) a venda direta de imóveis oriundos de concorrência pública deserta ou fracassada, permitindo que eles sejam vendidos por intermédio de corretores. O Edifício A Noite, que fracassou nas duas tentativas de leilão eletrônico, se encaixa neste perfil. A primeira, em abril, e a segunda, no último dia 7.

A venda direta é uma das alternativas propostas pela Lei nº 14.011/20. Segundo a legislação, os imóveis são disponibilizados automaticamente para venda direta com desconto de 25% quando as concorrências públicas forem declaradas desertas ou fracassadas por duas vezes consecutivas.

O valor referente à comissão dos corretores deve ser pago pelo comprador, ou seja, a União não tem despesa com essa negociação. O Edifício está avaliado em R$ 98 milhões.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui