Irmãos gêmeos Felipe e Fábio Cuiabano, ambos falecidos vítimas de Covid-19 - Foto: Reprodução

Morreu neste domingo (14/02), aos 56 anos de idade, o advogado Felipe Cuiabano Barbosa, vítima da Covid-19. Ele estava internado desde 24/12 na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro. Vale ressaltar que o fato acontece 6 dias após seu irmão gêmeo, Fábio Cuiabano, conhecido como o ”dermatologista das celebridades”, que estava hospitalizado no CopaStar, em Copacabana, também ter falecido em decorrência da mesma doença.

Além da coincidência em relação ao curto espaço de tempo entre o falecimento dos 2, que eram gêmeos univitelinos, e à causa da morte, outro fato chama atenção: eles foram infectados pelo Coronavírus com apenas 1 dia de diferença – Fábio foi internado em 23/12. Ambos eram filhos de Clotilde Cuiabano Barbosa.

Vale ressaltar que Felipe deixa 3 filhos, de 2 matrimônios diferentes, e se casaria em breve com a corretora de imóveis Patrícia Galdeano, amor de adolescência, a quem reencontrou há 5 anos.

9 COMENTÁRIOS

  1. Até onde estudei fármaco, a ivermectina não utiliza a via metabólica Cy450 (citocromo P450) hepática, razão pela qual dificilmente causaria danos hepáticos. É uma droga de baixo risco e de baixo custo. Prefiro usá-la off-label para tentar atrasar a replicação viral e assim a carga viral não subir muito e dar tempo ao sistema imune para trabalhar, a não usar nada e morrer sem tentar.

  2. Isso é mentira, Eduardo! Tenha responsabilidade com as pessoas e não espalhe informação médica sem veracidade. Não há tratamento preventivo contra Covid-19, há de se tomar a vacina, lavar as mãos, evitar aglomeração e usar máscara!

  3. esconderam que IVERMECTINA não permite que o vírus desenvolva no organismo. todos já estão sabendo que no início dos sintomas é tomar 3 doses de 7 em 7 dias. Pode se tomar como prevenção.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui