Foto: Clarice Green

Técnicos do Tribunal de Contas do Município (TCM) voltarão à CPI das Enchentes da Câmara dos Vereadores na quinta-feira (22/08), às 13h. Desta vez, eles irão apresentar detalhamentos do estudo orçamentário de ações voltadas para a prevenção de inundações. Os servidores do TCM também irão indicar a necessidade de uma auditoria sobre obras fantasmas relacionada ao tema.

Representantes do TCM já participaram da CPI em maio, quando apresentaram gastos no controle de enchentes, proteção de encostas, expansão do saneamento, drenagem e obras de pavimentação. Somados os anos de 2017, 2018 e os primeiros meses de 2019, até abril, o valor era de R$ 470 milhões.

Instalada em março, a CPI das Enchentes, presidida por Tarcísio Motta (PSOL), pretende apontar soluções e apurar a responsabilidade do poder público na prevenção, redução dos efeitos e atendimento aos atingidos pelas enchentes e deslizamentos ocorridos nos temporais de fevereiro e abril de 2019.

Em entrevista ao DIÁRIO DO RIO, Tarcísio Motta comentou a CPI

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui