Foto: Reprodução

Anunciado em março pela Prefeitura do Rio de Janeiro, o Crédito Carioca vai começar a atender também médias empresas, com faturamento de até 4,8 milhões por ano. Outra novidade é o fim do limite máximo para valor do empréstimo.

Antes, a linha de financiamento era direcionada exclusivamente a micro e pequenos empresários, com faturamentos de R$ 10 mil a R$ 400 mil, por meio do uso de recursos privados das instituições Sicoob e Estímulo Rio. A prefeitura abriu edital não competitivo a fim de recrutar novos parceiros. O prazo de inscrição termina em novembro.

Para participar, a instituição financeira deve oferecer financiamento facilitado, com cobrança de juros máximo de 2,5% ao mês, parcelamento mínimo de 12 vezes e prazo diferenciado para o início do pagamento, com todo o processo feito de forma online. Ainda é necessário disponibilizar um valor mínimo de um milhão de reais para o Crédito Carioca.

Ofertamos por meio do programa R$ 8 milhões. Com a adesão de mais empresas, esperamos ampliar o crédito disponível a micro, pequenas e médias para R$ 40 milhões. Estamos juntando quem precisa de dinheiro com quem oferece, sem mexer no caixa da prefeitura“, afirma Paulo Gontijio, coordenador do Programa Crédito Carioca.

Até o fim de maio, 75 empresas foram atendidas pelo programa e R$ 3,4 milhões emprestados.

Além de oferecer crédito, o programa disponibiliza cursos gratuitos sobre temas relacionados a empreendedorismo, abertos à população. Instituições com ou sem fins lucrativos que desejem contribuir podem entrar em contato com a prefeitura para integrar a grade de capacitação.

A parceria mais recente foi com a Recode, a qual disponibiliza cursos nas áreas de programação, ferramentas digitais, gestão, marketing digital e análise de sistemas. Para se inscrever, basta acessar creditocarioca.com.br.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui