Crítica: Don Pascual, Vargem Grande, vale cada quilômetro

Crítica: Don Pascual, Vargem Grande, vale cada quilômetro

1 de julho de 2018 0 Por Quintino Gomes Freire
Compartilhe

Vargem Grande, apesar de longe, muito longe, tem uma série de excelentes restaurantes. Então em um fim de semana destes decidimos seguir o conselho de um grande amigo e ir ao Don Pacual (Estrada do Sacarrão, 867, Vargem Grande). E mesmo morando na Freguesia foram quase 40 minutos para chegar ao local, e valeu cada quilômetro rodado para um delicioso almoço.

O ambiente do restaurante, que também é uma pousada, em um terreno de 5 mil m², é uma delícia. O maître nos levou para uma mesada bem debaixo de uma árvore, que junto com a região de floresta nativa deixava um ar fresco e bucólico. Com projeto de Jorge Barton, toda a estrutura da construção é bem rústica, num estilo meio colonial, com muita madeira, pedras, e elementos que lembram uma casa de campo, como sua charmosa entrada.  São muitos os ambientes, tanto internos, quanto externos, que dispõem de mobiliário, com vários conjuntos de mesas e cadeiras, de tamanhos e formas diversificados.

Um casal de amigos, minha esposa e eu passamos quatro horas lá, comendo, bebendo e conversando. E a comida, uma delícia, que harmoniza com o ambiente. O cardápio, sob comando da Chef Roberta Almeida, promove o encontro das culinárias mediterrânea e brasileira, em uma abordagem contemporânea.

Na entrada pedimos um Ceviche Peruano (R$ 24), que podia não ser sensacional, mas entregava o que prometia. Já o Cogumelo Portobello (R$39) serve duas pessoas e é feito no forno a lenha, com mussarela de búfala e tomates secos, servidos com rúcula e pães de casa, se pudesse e minha conta bancária permitisse viveria disso. Já o Croquete de Carne (R$ 28) combina muito bem com a geleia de pimenta servida junto.

A minha maior dificuldade foi selecionar entre tantos pratos que me seduziam no cardápio, mas como estava com uma fome imensa, decidi pelo Bife Ancho (R$ 86), servido junto de um risoto de cogumelos e que estava perfeito. A esposa pediu uma criação da casa o Medalhão ao Tannat (R$ 79), medalhão de filé mignon com aligot de mandioquinha e cogumelos ao molho de vinho tinto tannat, o que pode valer para quem quer se surpreendido, e não era meu caso. Para quem prefere frutos do mar a Moquequinha de Frutos do Mar (R$ 78), linguado, camarão, polvo, lula, mexilhão com arroz de coco, purê de banana e farofinha de dendê, é a escolha certa.

Na sobremesa fui de Panqueca de Doce de Leite (R$ 29) que era um verdadeiro delírio e com uma apresentação linda. Já Ivv escolheu o James Brown (R$ 28), brownie de chocolate com castanhas e nozes, servido com sorvete de creme, que de acordo com ela não deve nada às melhores sobremesas que já experimentou.

Claro que no final a conta foi salgada, afinal com vinho, drinks e tantos pratos não podia ser pouco, dando R$ 450 por casal. Mas paguei feliz, foram 4 horas de boa conversa e boa comida. E já penso em marcar um dia para jantar e me hospedar na simpática pousada.

Serviço: Restaurante Don Pascual
Estr. do Sacarrão, 867 – Vargem Grande, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2428-6237
Cc: todos
Cd: todos
Horário de funcionamento: de seg. a domingo, das 11h30 às 24h

Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.


Compartilhe