Para quem conhece a qualidade do Brota, que ficou 3 anos na Void do Arpoador, pode repetir a dose agora com o Brota funcionando de forma independente dentro do Be+Co, em Botafogo. E vale realmente  a pena a ida, mesmo para quem não é vegano. Mantendo a ideia de um lugar descomplicado com uma comida vegetariana e vegana ultra saborosa, o Brota renasce todo remodelado pelas mãos das sócias Renata Gebara, Natália Granitoff e Roberta Ciasca Brota, o vegetariano de balcão, inspirado na Adega Pérola com  delícias batatinhas com chimichurri e creme azedo de tofu, ceviche de banana da terra, cogumelos marinados em 2 limões, entre outros.

As nossas opções foram um percurso completo,  dois vegetarianos e dois veganos. Começamos com  Bolinho frito de abobrinha com queijo de cabra(R$24) . Vieram 4 unidades, fritinhas no ponto, de ótimo tamanho, com o sabor do queijo de cabra  que não briga com o gosto da abóbora. É ótima mistura, pois tira o adocicado da abóbora. Continuamos com o Humus Especial(R$29), grande, com salsa fresca de tomate e azeitonas pretas. Sem exagero no limão, consistência que dá para comer de colher( como gosto) ou colocar nas torradinhas crocantes de pão árabe.

Depois mergulhamos na experiência do Ceviche de Banana da Terra (R$22) Uma boa quantidade, com cebola roxa, o olho de tigre temperado e com os pedaços de banana inteiros e sem desmanchar; pouco coentro e pimenta vermelha com sabor, mas sem muita ardência.

 Fomos para o principal, o Chilli Vegano Chilli de feijão vermelho (R$28), acompanhadas de um creme azedo na medida  para misturar com o  feijão apimentadinho,  salsa de tomate, coentro e cebola roxa com tortilha de milho caseira. E nem sentimos a falta da carne. E para terminar escolhemos o  Copinho de Maçã  (R$21)que traz em camadas compota de maçã, creme doce, biscoito de especiarias e chantilly de mascarpone. Uma delícia.

Éramos três pessoas, que não comem muito, então as porções vieram generosas e fartas   e foram mais do que suficientes para ficarmos satisfeitas. Tudo com gosto, tempero, força. Percorremos as várias cozinhas: árabe, mexicana, peruana e francesa. Um festival de sabores e nacionalidades que nos deu muito prazer e alegria!

Nota
Atendimento
Qualidade
Custo Benefício
Embalagem
Claudia Chaves
Jornalista, publicitária, professora universitária de Comunicação, Doutora em Literatura, Bacharel em Direito, gestora cultural e de marcas. Mãe do João e do Chico, avó da Rosa e do Nuno. Com os olhos e os ouvidos sempre ligados no mundo e um nariz arrebitado que não abaixa por nada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui