O Rio é uma cidade solar, de praia, de encontro de gente com natureza, com a intimidade das casas, da turma que se fala, gente que não se vê há milênios, gente que vira amigo de infância em 5 minutos, amores encontrados, amores reencontrados. Esse clima, sem qualquer climaço, é o que rola no Guita Bistrô, ali no coração do BG, Baixo Gávea. Aparentemente uma portinha apenas, onde funcionava o Menininha Doces, aquele point do fim de noite, na hora de comer um docinho, o empreendimento, de Pedro Protasio (empresário) Pedro Peixoto, (Ella Pizzaria e do Massa Trattoria), Andreia Musa, (Especialista em Gestão de Franquias )e a Natural Chefe Carol Vaz, transforma a calçada em quintal.

A decoração com cadeiras, bancos, espelhos, objetos , todos garimpados nas casas o que de imediato já nos coloca no clima. E ai aproveitando a natureza, os bancos estão em volta as árvores, com o ir e vir das pessoas, se misturando nos drinks, nas comidas, na cerveja e nas conversas que  vão acontecendo junto com o cardápio bem montado. Começamos pela ousadia da Chefe, que transforma o conceito de   comfort food, em inovação com o Incrível  Jacalhau Da Vaz (R$ 45 ), prato vegano, criação exclusiva de Carol:  jaca verde desfiada com azeitonas pretas, alho poró e cebola roxa, banhadas no azeite. E,  vamos afirmar: a consistência é melhor que a de  cogumelo italiano fresco, mais macio, mais tenro. Aprovamos de repetir.

Depois, a especialidade são as baguettes, feitas com o famoso pão francês, mas  diferente do que conhecemos do sanduíche francês. Cortadinhas em rodelas, crocantes, para comer com as mãos. Experimentamos muitas: Baguete da Casa(R$38) – o ragu de costela bovina cozido lentamente, é deliciosamente macio, acompanha cebolas e tomates assados, pesto leve e finalizada com raclette de queijo. Depois HotGuita, preparado com suculenta linguiça de porco artesanal, molho do chef, raclette de queijo bem derretido, servida na baguete amanteigada. E fomos em frente com a Salamita(R$68) – patê de Salame temperado com páprica picante que mistura bem com o limão siciliano, azeite e raclette de queijo meia cura e com a Vegana  (R$35) , tomatinhos assados, cebolas, pesto, e raclette de queijo meia cura. A raclete é boa forma de derretimento, pois mantém a integridade e o gosto do queijo, que fica aquecido e não abafa nenhum dos sabores.

Tudo tem bossa, para usar uma gíria do passado, característica maior do Guita, as comidas, o ambiente e os drinques. Mix de Castanhas (R$38) -Pecam, Amêndoa defumada, Caju torrada e salgada e Caju caramelizada), a Burrata (R$68) servida com tomatinhos assados, manjericão fresco, Geleia de damasco e amêndoa crocante. A burrata é daquelas que é um creme que ganha a crocância da amêndoa e o doce frescor do damasco. Partilhar, dividir é a palavra de ordem. Os nomes dos drinques são também interessantes: Sublime (R$34) Gin Amazzoni , capim limão, limão siciliano e tônica, Musa (R$36)  -Gin Amazzoni , fatias de Figo, Aperol, espumante e Espuma de Gengibre, Elegante (R$34) -Gin Amazzoni, limão tahiti, tônica e rodelas de pepino e a Caipirinha (R428)feita no certo. E quando se acha que chegou a medida, vem o Mate da Casa (R$10),  que desce bem com dose certa de cafeína.

E com a presença de Andrea, Carol e Pedro Protásio, com o fotógrafo Ricardo Medina, que recebem a turma toda, realiza-se imediatamente a proposta de  ser “uma trança de afeto que une sabor, qualidade e encontros”, explicitada com as flores comestíveis que acompanham todos os pratos.E mantendo a tradição, os campeões de venda da Menininha, quindim e o casadinho de  brigadeiro ( com chocolate branco belga, invenção de Andrea) fecham a noite. Mas foi-nos prometido por Carol um quindim revisitado com açúcar mascavo. E podem ter certeza que, seguindo o que vimos e experimentamos, será mais um acerto.

Serviço:

Endereço: Rua José Roberto Macedo Soares, loja 5C, Gávea
Telefone: (21) 9883-40189

Horário de funcionamento:
3af a 6af | 18h até 1h
Sábado: 17h
Domingo: 16h

Nota
Atendimento
Qualidade
Custo Benefíci
Ambiente
Jornalista, publicitária, professora universitária de Comunicação, Doutora em Literatura, Bacharel em Direito, gestora cultural e de marcas. Mãe do João e do Chico, avó da Rosa e do Nuno. Com os olhos e os ouvidos sempre ligados no mundo e um nariz arrebitado que não abaixa por nada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui