Crítica Literária: Um ator em crise existencial

A Humilhação é um romance do escritor norte-americano Philip Roth (1933-2018). Foi publicado no Brasil em 2010 pela editora Companhia das Letras (uma edição de bolso saiu em 2017), com tradução de Paulo Henriques Britto.

Simon Axler, o personagem principal do livro, é um ator veterano que após anos de ótimas atuações no teatro, sente que não tem mais talento. Uma atuação ruim faz com que sua confiança desmorone e ele comece a duvidar de que algum dia tenha sido um bom ator. Não adianta que alguém diga o contrário. Ele, que sempre se mantinha firme diante de suas perdas, agora se encontra frágil, quebrado. Sua esposa não o reconhece mais, pois ele não é mais aquele homem que a apoiava e ajudava a enfrentar seus problemas. Ele está tão mudado, que ela não aguenta e vai embora.

 “Ele nunca havia fracassado no teatro, tudo o que fizera sempre fora vigoroso e bem-sucedido, e então aconteceu essa coisa terrível: ele não conseguia representar. Subir ao palco tornou-se uma agonia. Em vez da certeza de que teria um desempenho maravilhoso, sabia que ia fracassar.”

Aos sessenta e cinco anos, sentindo-se sozinho, perdido e humilhado, Simon tem um reencontro com uma mulher que o resgata desse fundo de poço. Um relacionamento bastante improvável, mas que por um momento faz com que ele esqueça seu fracasso e volte toda a sua atenção para a vida a dois. Porém, esse relacionamento começa a tomar caminhos inusitados, que fazem o leitor desconfiar de que aquela calmaria será passageira.

“Ele pisara naquela armadilha com avidez e mordera a isca, como o mais vil dos cativos deste mundo. Não havia outra maneira como aquilo poderia terminar, e no entanto ele fora o último a saber. Improvável? Não, previsível.”

O livro é curto, mas suficiente para mostrar as várias fases da crise existencial de Simon, além de tratar de forma clara e direta das dificuldades que vêm com o envelhecimento e que contribuem para tornar tudo ainda mais complexo e pesado para o personagem. Uma vez tomado pela síndrome do impostor, Simon acaba vítima dela, sentindo-se uma fraude a cada decepção que sofre na vida.

Dizem que este não é o melhor livro de Philip Roth. Mas é uma boa história sobre perdas, envelhecimento e sobre as (inevitáveis) decepções da vida e as decisões que tomamos a partir delas.

__

Livro: A Humilhação
Autor: Philip Roth
Editora: Companhia das Letras
Tradução: Paulo Henriques Britto
Páginas: 104­­

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui