Após reformulação da massa da pizza, resolvi voltar a Pizzaria Zagga para averiguar o novo sabor da massa. A chef Nanda Royo utiliza a farinha Il Caputo doppio zero, ideal para o preparo de pães e pizzas de longa fermentação. Ao perguntar como foi o processo para adaptação, ela informou que a nova receita reduziu 90% da utilização de fermento e incrementou em 20% o uso de água. Para que a massa ficasse no ponto ideal, o processo de fermentação passou a durar mais tempo. O resultado é uma pizza muito mais leve. Opções veganas também foram incluídas no menu, que agora atende a gregos e troianos.

Bruchetta e pita do Zagga – Il Caputo
Bruchetta e pita do Zagga – Il Caputo

Chegando lá, o garçom deixou um prato com torradas e uma pita. A cortesia na verdade é uma bruschetta na qual o cliente realiza o processo de esmagar os ingredientes que se irão sobrepor as torradas. Caso queira, pode se servir sem realizar esse processo. A ideia consiste em fazer com que o cliente faça parte do processo do prato enquanto aguarda por suas bebidas e olha o cardápio de comida.

 Mix Zagga do Zagga – Il Caputo
Mix Zagga do Zagga – Il Caputo

Para iniciar, optamos por uma das novidades da casa, O Mix Zagga (R$57). Ele consiste em burrata, palitos de focaccia, tomates Zagga e presunto de parte. Focaccia é um dos meus pães favoritos, e esse não deixou a desejar. A entrada é muito bem servida e pode ser compartilhada por 3 ou 4 pessoas, motivo pelo qual optamos em dividir uma pizza individual ao invés de solicitarmos duas. Não me surpreenderia se essa novidade se tornasse, em pouco tempo, uma das mais pedidas do menu.

As pizzas são individuais, mas pedimos para que realizassem uma meio-a-meio pois estávamos com pouca fome. Gostaria de deixar claro que essa não é uma prática da casa, mas abriram uma exceção. Na foto vemos dois sabores: i) Carbonara – Mozarela de búfala, straciatella, grana padano, linguiça de pernil, bacon, ovo caipira orgânico e cebolinha (R$50 a pizza individual); ii) Do Portuga – Versão da casa da tradicional pizza Portuguesa (R$43 a pizza individual). Outras opções que chamaram a atenção foram: i) Q.T.C.T.M. (R$39 a pizza individual) – cuja a descrição apenas afirma que os garçons adoram explicar. Deixo assim a curiosidade; ii) Pork in (R$43 a pizza individual) – pizza de barriga de porco deliciosamente assada no forno com um toque de coentro, pepino e mel. Devo admitir que foi uma das que cogitei em pedir e me deixou intrigado. Não que eu precise de um motivo para voltar, mas sempre bom saber que temos um.

Não resistimos ao tradicional Briwnie de chocolate com sorvete e calda (R$24), mas gostaria de deixar registrado que a pizzaria possuo uma opção que me chamou muito a atenção, porém, optamos em respeitar o limite de nossos estômagos. A pizza de Nutella com Brownie de Chocolate (R$32), o grande charme dessa pizza é a utilização dos brownies da @agathachocolates ,  que sou grande fã. Mas optei em deixar para a próxima visita, que ocorrerá em breve.

Nota: 4.32

SERVIÇO
Zagga – Il Caputo
Endereço: R. Ronald de Carvalho, 265 – Copacabana

Giulio Giglio é 3G: Gourmet, Gourmand e Gordinho (mas só de espírito). Engenheiro e mestre em Administração, apaixonado por inovação, mentor de startups, enófilo e ótimo namorado. Escreve sobre gastronomia e vinho no Diário do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui