Das 3 matérias em destaque na parte de notícias do site da Prefeitura, as 3 são contra a Globo
Reprodução Internet

O Bispo Marcelo Crivella (PRB) continua a sua Cruzada contra o Grupo Globo, inclusive usando o site da Prefeitura do Rio para os ataques, mostrando mais uma vez, certa incapacidade em entender o significado da impessoalidade administrativa. Inclusive, das 3 matérias em destaque na parte de notícias do site da Prefeitura, as 3 são contra a Globo. E ainda tenta dar uma manchete sensacionalista em uma das matérias e chamar o pedido que fez aos vereadores de CPI da Mama Jato.

Desta vez foi durante anúncio da construção de uma clínica da família na comunidade Rollas II, em Santa Cruz. Nela, Crivella acusou o Grupo Globo de contatos sem licitação feitos durante o governo Eduardo Paes. Ainda diz que teria sido tirado investimentos nos morros da Providência e do Pinto para a construção do Museu do Amanhã.

Durante o evento, Crivella pediu aos vereadores Júnior da Lucinha (MDB) e Willian Coelho (MDB) a abertura da CPI contra o Grupo Globo por estas denúncias que vem fazendo. Além disso, disse que as denúncias já estão no Ministério Público e que tem certeza que os procuradores irão tomar providências.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, expectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Sobre as denúncias, o MP esclareceu que a representação feita pelo prefeito Marcelo Crivella foi encaminhada ao referido órgão e está sendo apreciada pela promotora de Justiça titular, que não se pronunciará enquanto não concluir a apuração dos fatos.

Essa semana, a então Secretária de Cultura do Governo Crivella, Mariana Ribas, deixou o cargo depois que o Bispo teria requisitado a ela um dossiê contra o Museu do Amanhã. Também se comenta que outros secretários estariam desconfortáveis com a vontade de Crivella colocar todos contra o Grupo Globo. Ribas, no mesmo, dia lançou sua pré-candidatura a prefeita do Rio pelo PSDB.

O Grupo Globo também emitiu no dia 1º de agosto uma nota forte contra os ataques do Bispo Crivella. Nela diz que “o atual prefeito do Rio, mais uma vez, mente e manipula fatos para esconder as graves denúncias que atingem a sua gestão. A tentativa do prefeito de equiparar a Fundação Roberto Marinho ao pacote de verbas que a sua administração na Prefeitura aprova sem licitação, é, no mínimo, irresponsável“.

O ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, respondeu às afirmações de Crivella de forma forte em seu Twitter em 9 de agosto:

  • A TV Record tem veiculado matérias e falas do prefeito Crivela com informações mentirosas sobre o Porto Maravilha e o Museu do Amanhã. Ao pretender atacar a Rede Globo(concorrente da TV do seu Titio), o prefeito mente e ofende a quem trabalhou no Porto Maravilha e prejudica a cidade com suas já conhecidas mentiras.
  • Em 2017 publicamos um post com esclarecimentos sobre este mesmo assunto. O aditivo mencionado foi de 215 milhões e não de 400 milhões, como diz o prefeito. O valor foi referente a obras previstas inicialmente e que, com o detalhamento do projeto, não seriam executadas, como um viaduto de ligação da linha vermelha e as obras de infraestrutura do Morro do Pinto (que não é uma favela), pois lá já havia redes de drenagem, água, esgoto e gás, além de pavimentação e calçadas. No entanto, os serviços de manutenção e reparos passaram a ser feitos pela Porto Novo e pagos com recursos dos Cepacs.
  • Além disso, o poder executivo assumiu compromisso de executar obras que viessem a se mostrar necessárias ou demandadas pela população, como foi o caso da revitalização do Parque Machado de Assis, conforme mencionado no post.
  • No caso da Providência, apesar das obras de urbanização não estarem no escopo da PPP (eram Morar Carioca – com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento), foi instalada uma Clínica da Família e construídas áreas de lazer com quadra, brinquedos e academias para terceira idade.
  • Além disso, a Porto Novo assumiu os serviços de manutenção e conservação, tudo pago com recursos da operação urbana. As obras do Morar Carioca realizadas no Morro da Providência foram de mais de R$150 milhões de reais incluindo, urbanização, construção de unidades habitacionais e até um (teleférico (que não funciona desde a posse do Crivela).
  • Sobre o Museu do Amanhã, é um equipamento cultural do Município, portanto, público, que em 4 anos já recebeu mais de 5 milhões de visitantes, virou cartão postal da cidade e mais uma atração turística.
  • É importante ressaltar que o Museu do Amanhã gera muito mais recursos além da venda de ingressos. E que estes são baratos justamente para garantir acesso à população de todas as faixas de renda.
  • Por fim, ao contrário do que acusa o prefeito mentiroso, nenhum desses recursos foi a Fundação Roberto Marinho e toda a obra do museu foi paga com recursos da Operação Urbana Consorciada e fiscalizados pela prefeitura. O prefeito incompetente e mentiroso só pensa na sua Igreja e na TV do seu Titio e trata mal uma grande conquista da cidade.

2 COMENTÁRIOS

  1. […] Mas o moço tem cometido alguns deslizes fortes em sua pasta, como já mostrou o DIÁRIO DO RIO. Há sérios flertes com a improbidade administrativa, como no caso que colocou como manchete que Crivella estava levando determinada ação da Prefeitura para um bairro, o que pode ter ferido o princípio da impessoalidade. Ou usar o canal oficial da Prefeitura do Rio para as brigas do bispo com o Grupo Globo. […]

  2. Estou com o prefeito! A Globo pegou dinheiro da prefeitura na gestão Eduardo Paes para construir e aumentar seu império e os políticos estão calados! O povo Carioca está sofrendo em filas de hospitais por causa do privilégio ao grupo Globo,!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui