O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, prorrogou, até o início de julho, a suspensão das aulas na rede municipal. Contudo, o chefe do município liberou as unidades de saúde para que possam retomar as consultas e exames ambulatoriais mediante agendamento.

Essas e outras medidas foram publicadas em um decreto na terça-feira (2/06) que prevê a retomada gradual de serviços, do comércio e da educação na cidade.

Já à área de saúde, está autorizada a abrir, desde terça-feira (2/06), consultórios, clínicas médicas, odontológicas, de fisioterapia, clínicas de imagem e similares.

As consultas e exames devem ser feitos com agendamento, com exceção para os casos de emergência.

O acesso de acompanhantes também foi reduzido para apenas os casos previstos em lei, com é o caso de menores.


Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui