O prefeito Marcelo Crivella, na última sexta-feira, 22/05, anunciou uma redução em 50% no seu salário e nos dos secretários municipais. A ideia é manter a saúde das contas da Prefeitura, que já está sentindo os impactos da crise causada pelo Coronavírus. No entanto, no decreto que oficializa o corte de pagamentos está escrito que os valores serão ressarcidos assim que a pandemia terminar.

O decreto

Além do prefeito e de secretários, subsecretários e presidentes de empresas também terão cortes de salários. Essas reduções serão de 30% nos vencimentos.

A parte que fala em ressarcir os servidores, o que inclui o Prefeito

“É medida para inglês ver. A matéria fala em corte de 50% só para gerar boas manchetes. No primeiro parágrafo do decreto está escrito que, voltando a normalidade, os funcionários voltarão a ganhar quanto ganhavam antes. Até aí, tudo bem, razoável. Mas no segundo parágrafo vem a pegadinha do Crivella. Lá está escrito que esse dinheiro, retirado dos salários, vai ser restituído pela Secretaria de Fazenda . Em ano eleitoral, em momento de crise, o prefeito solta esse decreto. Porém, o dinheiro que ele diz estar economizando, posteriormente, vai sair dos cofres públicos de qualquer jeito”, diz Pedro Duarte, do Partido Novo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui