Há pesquisas e pesquisas. Se Eduardo Paes (DEM) aparece liderando na pesquisa de seu partido e na Paraná Pesquisas com Marcelo Crivella (Republicanos) pontuando mal para a eleição para prefeito do Rio em 2020, a pesquisa Ipesp divulgada nesta quarta-feira,23/10, pelo jornal O Dia, mostra um cenário completamente diferente.

Crivella aparece liderando as intenções de votos (18%), junto com o ex-prefeito Eduardo Paes. Em seguida, vem Marcelo Freixo (16%) e Martha Rocha (5%).

Já quando os pré-candidatos são avaliados com seus possíveis apoiadores, o cenário fica mais nítido. Crivella alcança 24% com o apoio do presidente Bolsonaro, enquanto Freixo vai a 19% com a ajuda do ex-presidente Lula. Apoiado por Witzel, Eduardo Paes cai para 16% e Martha sobe para 8% ao lado de Ciro Gomes. Neste caso, o segundo turno seria novamente entre Crivella e Freixo, repetindo as eleições passadas.

O cientista político Antônio Mariano explica essa discrepância entre as pesquisas

Pesquisa eleitoral é uma fotografia do momento. Faltando um ano para a eleição, isso reflete mais o recall que a pessoa tem, do que uma intenção de voto propriamente dita. Isso serve apenas para direcionar prováveis acordos eleitorais. Mas no final das contas, o que vale mesmo, é o que acontece na campanha

A amostra foi feita entre os dias 1 e 2 de outubro e contou com mil entrevistas realizadas entre a população adulta (de 16 anos ou mais) da cidade do Rio de Janeiro.

19 COMENTÁRIOS

  1. Velhas figuras que dizem ser portadores de novas propostas para nossa cidade. Um afilhado de Cabral e Pezão. Outro é limitado politicamente e isto tem inviabilizando sua chegada só executivo local.
    E para quem gostaria de reeleição, não aproveitou a oportunidade para gerar um cenário favorável
    a recondução natural para quem é aprovado em seu primeiro mandato.
    Vamos aguardar, a muita água para passar debaixo da ponte.

  2. Crivella segurou o maior pipino que este cidadão chamado Eduardo país deixou, prefeitura quebrada e falida e endividada, o cara está fazendo um bom trabalho, meu voto com certeza e Crivella

  3. Vamos pesar na balança o que o prefeito Crivella fez em pouco tempo com um estado praticamente falido, com Lita ele está colocando o trem nos trilhos, Crivella de novo, seus recalcados! É o melhor pra o Rio

  4. Freixo é PSOL, PSOL é a ala radical do PT que defende bandidos e representa tudo o que é abjeto nessa sociedade. Prefiro o Crivella mil vezes do que essa gente lá, com todos os problemas não vemos escandalos de corrupção. Tempos melhores virão se ele continuar a frente da prefeitura do RJ.

  5. Precisamos de líderes que se dediquem ao Povo. E nisso foi o investimento do Prefeito, ate os funcionários salarios atrasados….o trabalhador precisa de respeito. E 2020 é Marcelo crivela. Pra prefeito.

  6. Infelizmente o nosso prefeito, pegou o municipio,num roubo de verbas e em quatro anos, passando por 2 crises financeiras, se não fosse a dedicação de sua equipe e seu grande em penho, em pagar as contas atrasadas em cuidar do saneamento e buscar a melhoria na saúde que infelizmente por conta dos roubos passados se encontra no estado que esta, A situação financeira não so na cidade do rio mais em todo o brasil ! estariamos perdidos .

  7. Bim dia aqules que mete o malho no Crivella so ve a globo essa sim que so mostra o que não presta ficou sem os seus milhões deixa de ver a globo e passa ver o que ele ta fazendo eu apoio o crivella

  8. Crivella novamente e depois espero poder eleger alguém da Assembléia de Deus depois pra não deixar só a Universal no comando. Liberalismo nunca. Liberalismo jamais.

  9. O cara não conseguiu nem eleger o filho dele deputado , e só se elegeu em cima da rejeição ao Freixo , Crivella nunca mais cidade abandonada toda esburacada !!!

  10. Espera-se que os cariocas não cometam mais os erros do passado e coloquem esse comunista do Freixo na prefeitura do Rio, pois o que sabe muito bem é defender direitos de bandidos. Chega desse povo!

  11. No Brasil o que menos erra é o Ibope. Se pesquisa tivesse algum valor no Brasil. O Bolsonaro não seria eleito presidente. O Witzel não seria eleito governador. Podemos citar o contrário. O Paes seria eleito governador. A Dilma e o Suplicy seriam eleitos senadores .

    • No caso,e bom lembrar que muitos áreas de milicia proíbem os moradores de apoiar candidatos contrários.E também o interior do Rj e tradicionalista e provinciano

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui