Maracanã, principal estádio do Rio - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Na tarde desta terça-feira (30/06), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, falou, por meio de uma entrevista coletiva, sobre o planejamento para o retorno dos torcedores aos estádios de futebol na cidade. Apesar da Prefeitura ter publicado um decreto no último sábado (27/06) liberando 1/3 da capacidade de público nos jogos a partir do próximo dia 10/07, Crivella não garantiu que isso será realmente cumprido.

O prefeito fez questão de enfatizar que, desde o anúncio da flexibilização por fases – a terceira começa nesta quinta-feira (02/07) -, foi dito que as medidas poderiam sofrer alterações. Além disso, Crivella disse que, embora o Conselho Científico tenha se baseado em indicadores favoráveis na luta contra o Coronavírus, outros fatores devem ser levados em conta.

Crivella na entrevista coletiva na tarde desta terça (30/06) – Foto: Thiago Lima

”Não está garantido que no dia 10/07 haverá torcida. Estamos analisando, pedindo ajuda para a Polícia Militar, para garantir que todos os torcedores estejam de máscara e que no transporte público não haja aglomeração. Estamos também fazendo nossas pesquisas para saber como o público encara isso. A fiscalização é fundamental e é ela que vai conter eventuais excessos, loucuras e imprudências. Assim que a gente tiver a garantia de que vai poder voltar com 1/3 da torcida sem correr riscos, a gente vai avisar”, disse o prefeito.

Também nesta terça, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) publicou uma nota oficial acerca do assunto, dizendo que, devido ao pouco tempo restante para o término do Campeonato Carioca, o retorno dos torcedores aos estádios só deverá acontecer no Brasileirão, previsto para ter início em agosto.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui