Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira, 25/10, o prefeito Marcelo Crivella anunciou que vai cancelar a concessão da Lamsa para a gestão da Linha Amarela. A decisão será publicada na próxima edição do Diário Oficial, o que deve ocorrer na terça-feira, 29/10. Segunda será feriado para servidores públicos.

O prejuízo para o município com essa concessão, de acordo com o prefeito, já chega a R$ 1,6 bilhão. Esse valor foi apontado esta semana pela CPI da Linha Amarela da Câmara Municipal.

“Desde o início do meu governo tenho denunciado que a Linha Amarela é um dos maiores prejuízos para o povo do Rio. São 300 milhões por ano que não deveriam ser pagos. O pedágio não deveria ser cobrado há muito tempo. A primeira coisa que nós reclamamos foram das obras, dos aditivos, obras com sobrepreço, superfaturamento e obras que não foram realizadas, mas foram cobradas. Mandamos abrir uma das faixas (um dos sentidos do pedágio) por um ano e meio para ressarcir a Prefeitura e a Justiça mandou cobrar novamente”, disse Crivella.

Não é a primeira vez que Crivella entra em colisão com a Lamsa. Em mais de uma oportunidade, o prefeito tentou cancelar o pedágio cobrado na Via.

1 COMENTÁRIO

  1. PEDÁGIOS – CADE A NOTA FISCAL, DIREITO LEGAL DO CIDADÃO QUE PAGA POR QUALQUER MERCADORIA OU SERVIÇO…
    https://www.facebook.com/vocedeveriasaber.averdade/videos/865178653659061/?t=370

    FAKE NEWS DO JORNAL R7 E MENTIRAS DE FERNANDO WILLIAM…
    Por Luiz Pereira Carlos.

    Essa matéria tem a clara intenção de proteger a quadrilha de bandidos de toga, procuradores e políticos do Rio de Janeiro envolvidos nesse mega esquema de corrupção que é a INVEPAR-LAMSA-OAS, e FERNANDO WILLIAM cínico e habilidoso deseja envolver a todos os observadores e esconder os crimes permanentes da Linha Amarela, com exceção do Vereador BABA que optou pelo fim definitivo da cobrança do pedágio na avenida. Haja vista a propaganda do BANCO DO BRASIL o BANCO DO CRIME LAMSA nessa materia do jornal R7.

    Ocorre que vem escrito na matéria que alega ter sido informação de FERNADO WILLIAM, que sabe de toda verdade, por mim repassada a ele em vários momentos, porem se assim informou é mais um protetor de bandidos, veja o que diz FERNANDO WILLIAM ao R7:

    ” O contrato inicial foi assinado pelo ex-prefeito do Rio Cesar Maia, em 1994, com a construtora OAS, presidida por Léo Pinheiro, com previsão de término em 2004. No entanto, a concessão foi repassada à Lamsa, que pertence a Invepar Rodovias, controlada pela OAS ‘e mais três fundos de pensão’.”

    A concessão foi repassada a LAMSA sem licitação, e a LAMSA à época não pertencia a INVEPAR e nem a OAS, e não preenchia os requisitos necessários para participar de uma licitação, só nesse ponto a concessão já se tornaria uma fraude, a LAMSA entrou no esquema por temo aditivo quando LUIZ PEREIRA CARLOS começou denunciar recibos falso emitidos pela concessionaria OAS, e mais sonegação, e outros CRIMES PERMANENTE. Nesse momento criaram a empresa LAMSA em 1995 e assumiu como testa de ferro, laranja para receber o impacto das denuncias, que nuca impactaram, por que Léo Pinheiro em parceria com Cesar Maia subornou JUIZES, PROCURADORES, TRIBUNAL DE CONTAS, e formou uma mega quadrilha de bandidos de toga e autoridades de foro privilegiado. A partir disso, alguns anos depois é que entra a o fundo de pensão do BANCO DO BRASIL, portanto não entrou com a LAMSA e que anos mais tarde aparece no cenário a INVEPAR e a PEX.SA para lavar o dinheiro, e não como tenta deixar transparecer a noticia, os fundos entram muito depois, em primeiro o do Banco do Brasil, e a INVEPAR para reforçar as negociatas juntamente com a PEX.SA e dar aparência de legalidade ao esquema, extremamente denunciado, inclusive pela CVM.

    E até hoje a propina rola solta nesse esquema, envolvendo SEFAZ, MPRJ, TJRJ,TCMRJ e recentemente até GUIOMAR MENDES repassando propina do esquema pra Cesar Maia foi noticiado a partir do escritório de Sergio Bermudes.

    A atual CPI-LAMSA na verdade é mais uma segunda farsa para agregar novos recebedores de propina abrandar novas denuncias e consolidar essa mega quadrilha, sendo essa CPI a segunda CPI-LAMSA presidida por FERNANDO WILLIAM com os mesmos objetivos.

    Na verdade todos ali sabem que o pedágio Linha Amarela, é um crime permanente, e sequer poderiam esta discutindo valores e termos contratuais pois não ha nenhum valor jurídico naquele empreendimento, é puro e legitimo estelionato.

    Ou seja, discutir lucro indevido LAMSA é o mesmo que querer discutir lucro indevido nos negócios do trafico de drogas do COMANDO VERMELHO entre o PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL, é querer dar garantia jurídica a bandidos, querer tornar o imperfeito e criminoso em legitimo e legal, é igualar o marginal aos idôneas.

    https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/rio-cpi-da-linha-amarela-aponta-lucro-indevido-de-r-16-bilhao-24102019

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui