Sabe aquelas pessoas que não têm o menor jeito para determinados cargos? A política brasileira está cheia dessa gente. Conheço um prefeito que é universal, poderia estar em qualquer cidade do mundo, mas está na cidade errada.

Logo assim que assumiu a função, o prefeito universal que está na cidade errada sumiu. Sacanas, alguns moradores do município espalharam cartazes pelos bairros para tentar localizar o político. Sumiu perto do carnaval, a maior festa local. O que poderia ser um “mim acher” em meio à folia, mas foi mesmo um “mim acher” para a folia.

No ano seguinte, o prefeito universal que está na cidade errada cortou pela metade o investimento público do carnaval, que movimenta, de volta, bilhões e gera milhares de empregos todos os anos. Isso em um município que sofre com uma grave crise econômica e de desemprego.

O prefeito universal que está na cidade errada também sumiu neste segundo carnaval. Foi bastante lembrado durante a festa em coros que o mandavam ir à lugares pouco ortodoxos. O sumiço se estendeu. Mostrando que não é ruim da cabeça e nem doente do pé, o prefeito universal que está na cidade errada sugeriu que catracas fossem colocadas na festa de rua em 2019.

O município que o prefeito universal que está na cidade errada foi eleito para governar, todos os anos, sofre com as fortes chuvas de verão. Enquanto as pessoas morriam ou perdiam tudo por consequência das tempestades, o prefeito universal que está na cidade errada estava na Europa visitando alguns países. E estava frio lá, como ele mesmo se queixou.

Há poucos anos, o município governado pelo prefeito universal que está na cidade errada sofreu com constantes explosões de bueiros. Especialistas dizem que esse problema acontece porque são muitos serviços (fios de energia elétrica, gás, cabos de internet, entre outros) passando desordenadamente por baixo das ruas. Para conter o problema das enchentes, o prefeito universal que está na cidade errada levantou a questão do uso de bueiros eletrônicos. Pode funcionar, mas quem sempre está na cidade fica com os dois pés atrás, afinal, seria mais uma coisa passando sob nós.

Qualquer lugar do mundo sofre com algumas associações familiares no Poder Público. No município do prefeito universal que está na cidade errada não é diferente. Existe até uma família que comandava o poder legislativo. No entanto, o prefeito universal que está na cidade errada tentou até onde pôde nomear o filho a uma secretaria de confiança. Competente ou não, tem mais gente capaz de assumir o cargo.

As favelas, espalhadas por todas as regiões do município administrado pelo prefeito universal que está na cidade errada sofrem com incontáveis problemas. Em visita a maior delas, a Rocinha, o prefeito universal que está na cidade errada, após dizer que a comunidade está “feinha”, sugeriu como melhorias umas pinturas, reformas de marquises, organização de fios. Tudo fachada… Que horror.

Ônibus sem ar condicionado é um problema sem fim na município. A prefeitura anterior chegou a subir o preço das passagens com a promessa de que isso traria o serviço para os coletivos. Promessa que não foi cumprida, revoltando a população. O prefeito universal que está na cidade errada decidiu ter a mesma ideia da gestão passada. E ainda disse que o povo vai aprovar. Que viagem…

O prefeito universal que está na cidade errada poderia estar em qualquer cidade do mundo, mas está no Rio de Janeiro. Ou será que ele já viajou – no sentido literal ou figurado – de novo?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui