Foto: Reprodução/Internet

Pode ser que quando esta trêmula crônica seja publicada, o Sol já tenha dado as caras, mas, por enquanto, esse verão está mesmo é com face de inverno. Desde que a estação mais quente do ano chegou, que não me lembro de uma semana inteira de calor. Os raios solares estão dando um gelo na população carioca.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Essa última semana, então, foi de bater o queixo. Vi gente de casaco nas ruas. Quintino Gomes Freire, editor do DIÁRIO DO RIO, falou que viu um rapaz de sobretudo no Centro do Rio.

Fosse só o frio, com um solzinho de leve, estaríamos todos menos tensos, mais calorosos. Só que a chuva está afogando todos os nossos desejos quentes.

Não tenho nada contra o frio ou a chuva. Muito pelo contrário. Mas cada um na sua, no seu tempo. Agora é hora de sentir e reclamar do calor. Nossa eterna relação de amor e ódio com essa estação primeira e última em nossos vagos corações.

A preocupação que rola na avenida é que durante o carnaval o calor dê passagem para a chuva e para o frio. Sai do meu bloco. Nos dias de folia, o cordão tem que ser quente.

Eu torço para que, na semana do carnaval, o Sol venha curtir uns blocos. De leve. Não precisa rachar a cabeça de ninguém. O que não dá é ter um verão fantasiado de inverno no carnaval do Rio de Janeiro.

Vambôra sair, Sol. A gente paga o chopp gelado se ficar calor demais.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui