Entre as aves apreendidas durante a operação ambiental em Duque de Caxias, estava uma Coruja / Divulgação: Governo do Estado

Uma ação realizada pela Secretaria Estadual do Ambiente e Sustentabilidade, através da Superintendência de Combate aos Crimes Ambientais e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), no último domingo (22/08), resgatou mais de 30 animais silvestres que estavam à venda em um feira livre no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com as autoridades 5 pessoas foram detidas durante a incursão. Também participaram da operação a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), a Polícia Federal e o Ibama

Foram apreendidas 32 aves e um mico durante operação de combate ao tráfico de animais silvestres em Caxias / Divulgação: Governo do Estado do Rio

Agentes do Estado resgataram 32 aves, entre eles uma coruja. Um mico também foi salvo. Na ação também foram apreendidos 130 estilingues, 10 alçapões, 30 frascos de chumbinho e uma armadilha.  A Lei Federal 9.605/98, artigo 29, define a venda de animais silvestres como crime, com pena prevista de 6 meses a 1 ano.

O secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, advertiu que a prática de colocar animais silvestres em cativeiro sem autorização das autoridades responsáveis é crime. Ele disse também que os agentes públicos continuarão a agir contra os maus tratos impostos a esses animais. “Manter animais silvestres em cativeiro sem autorização é crime. Realizamos essa operação para combater o tráfico desses animais e alertar a população sobre essa prática ilegal. Vamos continuar fiscalizando e trabalhando para coibir essas práticas”, advertiu o secretário.

13 COMENTÁRIOS

  1. TODO SANTO FINAL DE SEMANA É ESSA POUCA VERGONHA!!!!
    AÍ, VEZ OU OUTRA, ESSA FISCALIZAÇAO FAZ UM CLOSE PRÁ JORNAL E VIDA QUE SEGUE… NADA É FEITO E OS ANIMAIS CONTINUAM SENDO VENDIDOS NA MESMA FEIRA, MESMA BARRACA, MESMO LOCAL… EFETIVAMENTE NAAAADAAA SE FAZ PRÁ ACABAR COM TRÁFICO SILVESTRE ALI, A CÉU ABERTO, SOB O NARIZ DAS AUTORIDADES!
    A POLÍCIA SABE QUEM É O CHEFE, ONDE MORA E ETC!
    AQUI MESMO ACIMA POSTARAM TAIS INFOs. NÃO É POSSIVEL QUE JÁ NÃO TENHA AGIDO A
    FEDERAL MAIS DURAMENTE ! ISSO É CRIME CONTRA FLAUNA NÃO SÓ NACIONAL!!!
    MEXAM-SE!

  2. A POLÍCIA SABE QUEM É O CHEFE, ONDE MORA E ETC!
    AQUI MESMO ACIMA POSTARAM TAIS INFOs. NÃO É POSSIVEL QUE JÁ NÃO TENHA AGIDO A
    FEDERAL MAIS DURAMENTE ! ISSO É CRIME CONTRA FLAUNA NÃO SÓ NACIONAL!!!
    MEXAM-SE!

  3. O chefe da quadrilha se chama; Leonardo Neves Barros. Ele é morador de Niterói, tem uma grande influência, com promotores, juízes etc…já foi preso, não só uma vez!!!
    Ele guarda os animais no Morro do Lixão.

  4. O principal traficante é o Leonardo Neves Barros. Ele é quem é o chefe do tráfico dos animais. Morador de Niterói, com vários processos…e os animais são guardados no Morro do Lixão.

  5. De que adianta ir um domingo, se no próximo estarão lá novamente. Qualquer domingo que vc for na feira de Caxias vai ter esses animais a venda. A lei deveria ser mais rígida com esses crimes

  6. Absurdo..
    O mais absurdo ainda é fazer denúncia e não fazerem nada.
    Fiz uma denuncia para o ibama e disk denuncia a 1 mes atras sobre um papagaio e um macaco prego em um apartamento sofrendo maus tratos e ate hoje nao apareceram

  7. Isso acontece desde que eu era criança. Tenho 61 anos. As autoridades competentes deveriam endurecer as penas pra esse e outros tipos de crimes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui