Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Depois de ter a prisão mantida em audiência de custódia, o deputado Daniel Silveira (PSL) foi levado no início da noite desta quinta-feira (18/02) para o Batalhão Especial Prisional da PM do Rio, em Niterói, na Região Metropolitana. Ele saiu da sede da Polícia Federal acenando para apoiadores que estavam na porta da unidade. Como de costume, Silveira não usava máscara de proteção contra Covd-19.

O parlamentar foi presona noite de terça-feira (16/02), após divulgar um vídeo onde atacava ministros do STF e pedia a volta do AI-5 (Decreto mais rígido de repressão da ditadura militar brasileira). Ele estava sendo mantido em um alojamento na Superintendência desde então.

Na audiência de custódia, o juiz pode revogar a prisão em flagrante ou convertê-la em prisão preventiva ou temporária, além de avaliar se houve ou não maus tratos durante a detenção.

O procedimento foi feito através de videoconferência e presidido pelo juiz instrutor Aírton Vieira, conforme despacho do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui