O secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, garante que não será candidato a governador do estado nas eleições de 2022. Para a decepção de seu chefe,Eduardo Paes (PSD), que sugeriu seu nome em encontro com lideranças do PSL.

Soranz diz que realmente se filiou ao PSL em 2020, a pedido de Paes, mas que saiu do partido logo que possível. E para evitar qualquer possibilidade que o lancem candidato, ameaça mudar o domicílio eleitoral para outro estado.

Dessa forma acaba fazendo com que mais gente possa querer votar nele, afinal, dos que queriam ser governador já vimos no que deu. Desta forma, até o momento estes são os possíveis pré-candidatos que são comentados nos bastidores:

  • Claudio Castro (PL)
  • Marcelo Freixo (PSB)
  • Rodrigo Neves (PDT)
  • Tarcisio Motta (PSol)
  • Waguinho (PSL)
  • Felipe Santa Cruz (PSD)
  • Washington Quaquá (PT)
  • André Monteiro (PTB)

E o favorito a ser candidato pelo PSL é Waguinho, mas o ex-governador Garotinho pode ser uma possibilidade, já que se livrou do esquisitíssimo processo que tinha cassado seus direitos políticos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui