(Foto: Nelson Jr./TSE)

As eleições municipais estão se aproximando e aos poucos os cariocas vão conhecendo e escolhendo seus candidatos a prefeito e vereador. Contudo, um dado revelado pela Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (23/10) mostra que 50% dos cariocas votariam em um candidato investigado por corrupção em alguma situação.

Os eleitores também foram questionados se costumam pesquisar sobre a trajetória do candidato na vida pública antes de definir o voto: 72% disseram que sim e 28% não.

Os entrevistados também foram perguntados se votariam em um candidato que não conhecem muito, mas que foi indicado por amigos ou parentes. A resposta foi a seguinte: 20% afirmaram que sim e 80% não.

Confrontados se procuram informações sobre os candidatos à eleição que já foram acusados de corrupção, 83% dos eleitores responderam que sim, enquanto 17% disseram que não.

A pesquisa Datafolha (Justiça Eleitoral: RJ-08627/2020) foi realizada entre os dias 20 e 21 de outubro, com 1008 eleitores da cidade do Rio de Janeiro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pela Folha de S.Paulo.

1 COMENTÁRIO

  1. Haddad estava, além de investigado, denunciado, em 2018.
    Em 2019 tudo contra ele foi arquivado.
    Dito isso, razoável concluir que enquanto não formada a culpa, com a condenação, devemos considerar o candidato inocente, não condenado previamente, salvo se o que pesa for por fatos irrefutáveis, incontroversos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui