Dauro Machado: Marcelo Freixo, falta-lhe autoridade moral para criticar a Igreja Católica

Colunista do DIÁRIO DO RIO comenta sobre pré-candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro

Marcelo Freixo, Deputado Federal e eterno candidato derrotado a cargos executivos no Rio de Janeiro é dessas figuras que surgiram na cidade maravilhosa da esteira da redemocratização. Ele, guardadas as diferenças tem o mesmo “perigree” de Garotinho, Rosinha, Cabral e outros que a história não terá piedade em seu julgamento. Comunista disfarçado de socialista, que nada mais é que um nome menos agressivo dos adoradores da foice e do martelo, Freixo, sabidamente faz considerações sobre o “boom” das Igrejas Evangélicas no Rio e no Brasil.

Este crescimento nada mais é um fenômeno sociológico que ocorre em países onde os governos e os representantes do povo são com raras exceções, representantes de seus próprios interesses. Um estado ausente e corrupto favorece o surgimento de seitas que pregam dentre outras coisas barganhas com Deus. Deixe sua oferta financeira, grande de preferência, e Deus vai lhe conceder graças e prosperidade para usufruir nesta vida. É a famigerada “teologia da prosperidade”. O povo, em sua maioria desavisado e descrente de de seus líderes acredita muitas vezes naquilo que pensa ser a solução imediata de seus problemas. Falta a Marcelo Freixo a autoridade moral necessário para discorrer sobre religião, considerando que uma das bases de sua ideologia classifica a religião, seja ela qual for como o “ópio do povo”. Me impressiona a cara de pau desta embusteiro.

Ele alega que o crescimento dos Evangélicos deve-se principalmente as ações Evangelizadoras e concretas que minimizam o sofrimento do povo e que a Igreja Católica está afastada das pessoas. Ele não sabe de nada da Igreja Católica, é um hipócrita.

Existem Igrejas Evangélicas tradicionais, sérias onde entendemos ser aceitável o diálogo inter religioso mas afirmar que o Catolicismo do Rio de Janeiro, seu Clero e governo estão distante dos que mais precisam é uma demagogia eleitoreira de Freixo e sua grei.

Obviamente, imperfeita por ser feita de homens, o Catolicismo tem seus pecados, Padres vaidosos, Bispos distantes mas felizmente uma são minoria. Os Padres da Igreja Católica do Rio de Janeiro em sua imensa maioria seguem o modelo de seu Arcebispo, Dom Orani João Tempesta, que dentre tantas qualidades está a se estar perto do povo e de agir concretamente em favor das necessidades materiais e espirituais de seu rebanho. O Papa Francisco quer Bispos “com cheiros de ovelhas”. Dom Orani é exatamente assim e assim determina que aqueles Padres que estão incardinados na Diocese sigam esta diretriz.

É um fato incontestável que a grande maioria dos Padres do Rio de Janeiro abraça uma causa em favor das pessoas. Muitos dedicam-se a Evangelizar, outros a livrar a juventude das drogas e do crime, outros a alimentar famintos, outros a minimizar os dramas da alma. Quase todos tem seus méritos. É certo que existem aqueles, uma minoria, que não tem estas prioridades em suas agendas, mas são observados e certamente Deus lhes cobrará satisfações hoje ou mais a frente.

Marcelo Freixo em busca do voto dos Evangélicos, em especial dos neo pentecostais gira sua metralhadora para a Igreja Católica. O que ele na verdade deveria fazer é mudar o discurso socialista fora de moda e que a história já provou não é o correto e procurar viver uma experiência verdadeira experiência com Deus,

O Rio de Janeiro aos poucos vai se livrando dos embusteiros. Marcelo Freixo ainda sobrevive politicamente, esperemos que as urnas brevemente o tirem de seu palco de mentirosas.

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

Jornalista, especialista em assessoramento e cerimonial público, Bacharel em Direito, publicitário e Radialista. Também tem formação em Assessoria de Imprensa e relações institucionais, além de editor de jornais, livros, revistas e outras publicações

5 COMENTÁRIOS

  1. Esse tal Dauro, é um fascista , pois chama o deputado de adorador da foice e o martelo, porém será que esse fascistóide sabe o significado da foice e do martelo? Esse é o símbolo mais belo que existe.

  2. Quando li o título, pensei que o Freixo tinha falado alguma besteira. Mas na verdade, ele só repetiu algo que o Santo Padre já havia dito.
    O que me chama atenção é o colunista menosprezar outras religiões para defender a sua.

  3. Só esqueceu de citar que Marcelo Freixo foi eleito pela população, seguidas vezes, O MELHOR DEPUTADO FEDERAL DO BRASIL. O que está mais do que velho, é esse papo de COMUNISTAS,, isso é o inimigo irreal que as ditaduras adotam como fachada para levar o povo brasileiro a miséria. O exemplo está aí, Jair Messias Bolsonaro. O Diário do Rio de Janeiro, através de seus colunistas, finca o pé no terreno podre e elitista da extrema direita.??

  4. Só esqueceu de citar que Marcelo Freixo foi eleito pela população, seguidas vezes, O MELHOR DEPUTADO FEDERAL DO BRASIL. O que está mais do que velho, é esse papo de COMUNISTAS,, isso é o inimigo irreal que as ditaduras adotam como fachada para levar o povo brasileiro a miséria. O exemplo está aí, Jair Messias Bolsonaro. O Diário do Rio de Janeiro, através de seus colunistas, finca o pé no terreno podre e elitista da extrema direita.??

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui