Impressiona sobremodo o valor que Dom Orani João Tempesta, Arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro, dá em estar junto dos mais simples. Domingo passado comemoramos a Páscoa. Mais uma vez relembramos do caminho de Jesus até o Calvário e sua Ressurreição no domingo santo.

Não resta dúvida que este ano, assim como em 2020 comemoramos de forma diferente, restritiva e distante por força da Pandemia.

Lendo o DIÁRIO DO RIO deparo-me com matéria e fotos do Cardeal Tempesta, distribuindo almoço aos moradores de rua. Novamente com o apoio dos membros da Ordem do Santo Sepulcro, o almoço foi realizado e lá estava Dom Orani servindo os mais simples, aqueles que poderão ser alcançados pelo terrível Coronavírus mas nunca alcançados pelos Governantes.

Não surpreende a atitude de Sua Eminência, Dom Orani João Tempesta. Em mais de um ano de Pandemia, Dom Orani esteve junto do povo sempre que foi possível. Nas mínimas flexibilizações lá estava ele onde ele mais gosta de estar, próximo dos pequeninos. Nas restrições mais severas o Cardeal não abriu mão dos meios de comunicação, da internet e as redes sociais para se fazer presente pregando uma esperança real de que Deus não abandona seus filhos e que todo este turbilhão haverá de passar. 

Sem parâmetros, já que cada um pratica seu Ministério da forma que melhor entende, mas apenas fazendo uma constatação, Dom Orani é um Cardeal que nunca deixou de ser “pai” de seu rebanho. Para ele não importa títulos e formalidades. Desapegado das vaidades, Dom Orani é de fato Dom Orani quando está com as pessoas. 

Servir o almoço de Páscoa aos moradores de rua foi mais que um gesto concreto do Cardeal para demonstrar sua preocupação com os esquecidos e desalentados. Servir o almoço é dar o mais importante dos alimentos nos tempos atuais: Esperança em Deus e na Divina Providência. 

Sem esquecer que Dom Orani é um Cisterciense, recordo-me de uma frase de São Bernardo de Claraval que diz: “Coloquemo-nos, irmãos, como sentinela, porque a vida presente é tempo de luta.” Nesses tempos em que a humanidade luta pela própria sobrevivência ao novo Coronavírus, as atitudes de Dom Orani João Tempesta, Cardeal Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro nos enche de uma certeza: Venceremos esta luta porque Deus segue através de seus ungidos nos mostrando que a vitória é certa. Deus o guarde, Dom Orani.

Jornalista, especialista em assessoramento e cerimonial público, Bacharel em Direito, publicitário e Radialista. Também tem formação em Assessoria de Imprensa e relações institucionais, além de editor de jornais, livros, revistas e outras publicações

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui