Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

Após o incêndio que atingiu o Hospital Municipal Souza Aguiar, denúncia relata que os pacientes com e sem Covid-19 foram misturados na mesma ala da unidade de saúde. A informação é do paciente João Carlos Guimarães, de 58 anos e foi noticiada pelo jornal O Dia.

De acordo com a cunhada do paciente, após o incêndio no hospital, João Carlos teria sido colocado em uma ala para pessoas que tiveram contato com Covid, sem ter realizado teste. Devido a idade avançada, o paciente que está internado devido a um acidente de moto, ficou nervoso e com receio de ser infectado.

A direção do Hospital informou que os pacientes com sintomas de covid-19 são acompanhados em locais separados de pessoas em atendimento não covid-19. Além disso, são realizados procedimentos de acordo com as definições dos protocolos de atendimento nas unidades de urgência e emergência.

“Todos os pacientes que serão internados na unidade passam por avaliação clínica, teste PCR e tomografia de tórax para verificação de sintomas clínicos ou evidência em exames laboratoriais e de imagem que indiquem um quadro de covid-19”, afirmou a direção do hospital municipal.

O incêndio teria sido ocorrido após um curto em um ar-condicionado. Agentes conseguiram controlar o fogo.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui