Na manhã de terça-feira (28/09), a deputada estadual Tia Ju (Republicanos), a pedido da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, apresentou no auditório do Sindilojas, no Centro do Rio, o Programa “Qualifica Mulher” para diversas instituições, ONGs e Prefeituras de todo Estado do Rio de Janeiro.

A demanda surgiu durante uma reunião com a secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, em Brasília, conversando sobre a necessidade de ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade social, já que  projeto visa formar uma rede de parcerias para fomentar ações de qualificação profissional, trabalho e empreendedorismo, para geração de emprego e renda para esse público”, explica Tia Ju, que acredita que o encontro rendeu bons frutos.

Fico muito feliz de poder ajudar de alguma forma, levando oportunidade para os mais variados grupos de mulheres, como é o caso das mães solos, negras, quilombolas e marisqueiras. Com certeza, o lançamento desse curso renderá bons frutos. Nosso objetivo é capacitar e empoderar cada vez mais mulheres”, disse a deputada.

O programa Qualifica Mulher tem a finalidade de estimular ações que promovam a autonomia econômica da mulher em contribuição para o desenvolvimento econômico e social do país. Parabenizo e agradeço a iniciativa da deputada Tia Ju, de levar os projetos e ações da SNPM para os demais cantos do nosso país, através de  instituições, Casas Legislativas e das prefeituras. Nossa expectativa é formar e capacitar o maior número de mulheres” afirma Cristiane Britto – Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres

O Qualifica Mulher é um programa de grande relevância social, ele busca preparar mulheres, principalmente às mais carentes, para o mercado de trabalho. O oferecimento de cursos gratuitos on-line ou mesmo presenciais voltados para essas mulheres, vai mudar a vida não só delas, mas de suas famílias porque a grande maioria são provedoras de seus lares. Fiquei muito feliz em participar e colaborar com o projeto. É mais um passo rumo ao reconhecimento do protagonismo da mulher” reconhece a contadora e advogada Paula Alves, que participou do evento de lançamento e também atua como voluntária.

Conheça o projeto:

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres desenvolveu e lançou o Projeto-Piloto Qualifica Mulher, instituído por meio da Portaria nº 3.175, de 10 de dezembro de 2020, e alterada pela Portaria no 595, de 19 de fevereiro de 2021, com a finalidade de estimular ações que promovam a autonomia econômica da mulher em contribuição para o desenvolvimento econômico e social do país. O projeto visa formar uma rede de parcerias com o poder público federal, estadual, distrital e municipal, entidades e instituições privadas, para fomentar ações de qualificação profissional, trabalho e empreendedorismo, para geração de emprego e renda para as mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Serão atendidas, prioritariamente, mulheres que possuam renda mensal de até um salário mínimo e meio, que estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental e/ou médio, ou que não tenham escolaridade.

São objetivos do projeto:
I) promover ações que contribuam para o reconhecimento e a valorização dos direitos e da cidadania das mulheres; e
II) aumentar a capacidade de empregabilidade das mulheres que estão em situação de vulnerabilidade social, por meio da educação profissional e empreendedorismo, com vistas a sua inserção no mundo do trabalho.
Por meio da rede de parceiros, podem participar instituições do poder público federal, estadual, distrital e municipal, organização da sociedade civil e instituições privadas com fins lucrativos.
O Projeto Qualifica Mulher é executado por meio de três eixos:
I. Qualifica Capacita – qualificação e capacitação profissional;
II. Qualifica Empreende – capacitação para o empreendedorismo; e
III. Qualifica Concretiza – caminho à empregabilidade e incentivo ao microcrédito para empreendedoras.
As ações do Projeto-piloto Qualifica Mulher contemplarão as seguintes iniciativas, sem prejuízo de outras ações cabíveis:
I) Ofertar cursos de qualificação profissional em modalidade presencial ou a distância;
II) Realizar oficinas de orientação profissional, educação financeira e empreendedorismo;
III) Disponibilizar materiais informativos, em formato impresso ou eletrônico, com foco na formação e qualificação da mulher;
IV) Promover campanhas e eventos de sensibilização e formação; e
V) Incentivar a criação de rede de parceiros para apoio na inserção da mulher no mundo do trabalho.
Em 2020, foram investidos mais de R$ 19 milhões, beneficiando mais de 25,7 mil mulheres.

Para conhecer os cursos oferecidos e se candidatar para uma vaga, as inscrições estão abertas.

Acesse o link : https://evento.aliancaempreendedora.org.br/snpm-landing-page.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui