Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (18/08), o Partido Novo publicou um comunicado afirmando que o deputado estadual do Rio de Janeiro Alexandre Freitas foi expulso do partido. Segundo o texto, a decisão foi tomada pela Comissão de Ética Partidária (CEP) após constante reincidência de atitudes do parlamentar que contrariaram o Estatuto e o Código de Conduta do Novo.

O partido afirma que, no Processo Administrativo Disciplinar 2021/010, a CEP julgou procedente a denúncia feita por um filiado relatando ofensas públicas do deputado estadual a um dirigente partidário. Alexandre Freitas recorreu à decisão e teve seu recurso julgado pelo Diretório Nacional, que confirmou a decisão da CEP quanto ao mérito da denúncia e a decisão da expulsão.

O texto divulgado pelo partido diz ainda que o deputado estadual teve direito a ampla defesa em todo o processo, que seguiu o Estatuto e as normas internas do Novo.

O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com Alexandre Freitas, mas até o momento o deputado não fez nenhum comunicado.

2 COMENTÁRIOS

  1. João Amoedo está para o partido Novo um caudilho pior que o Brizola estava pro PDT e rivaliza sério com o que Lula é para o PT. Transformou o partido numa ditadura, em que expulsa qualquer tipo de dissidência. Depois, vão para redes sociais arrotar virtudes e bom-mocismos. Uma ova! Partido está naufragando seriamente e seu laranja cada vez mais vermelhinho. É uma pena!

    Deputado, hora de arrumar as malas: mais importante que o partido é a pauta renovadora e de diminuição da estrutura do Estado do RJ, que é pantagruélica.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui