Cláudio Castro, governador do RJ - Foto: Reprodução

O governador Cláudio Castro virou alvo de um pedido de impeachment do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) em função da operação policial no Jacarezinho, que resultou em 28 mortes, entre elas a de um policial, na última quinta-feira (06/05).

Segundo o parlamentar, que protocolou a ação nesta segunda-feira (10/05), Castro cometeu crime de responsabilidade por descumprimento da decisão do STF e permitir a operação da Polícia Civil no Jacarezinho.

David Miranda alega que a ação tem como agravante o fato de ter se estendido por quase 10 horas, com escalada de mortes e demonstração de falta de controle dos mandantes e agentes.

A petição do deputado, que foi protocolada na Alerj junto ao presidente da casa André Ceciliano, com base no artigo 146 da Constituição Estadual do Rio de Janeiro, que diz que é crime de responsabilidade do governador que atentar contra:

  • a existência da União, do Estado ou dos Municípios;
  • o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e do Ministério Público;
  • o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;
  • a segurança interna do país ou do estado;
  • a probidade na administração;
  • a lei orçamentária;
  • o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

A assessoria de imprensa a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro informou que “o processo foi protocolado e será analisado pela procuradoria”, acrescentando ainda que não dá para prevê o prazo em que deve se dar a análise.

16 COMENTÁRIOS

  1. Chega ser engraçado, o cara falando de 89 mil hahahaha, tava aqui pensando o que o lula faria com 89 mil. Kkkk, acho que deve ter sido o valor da.gorjeta de um dos jantares em Paris com o Cabral.

    • Hahaha chega ser engraçado mesmo a outra anta fazer comparação… De apenas um depósito citado quando se tem esconder e muito mais negócios da familícia

  2. Por este motivo, que em toda eleição, tocam fogo o tempo todo mas não chegam lá. O Psol, e demais aglomerados: PC do B, etc… Só trabalham na Utopia, e querem forçar barra em criar um mundo paralelo, passando inclusive, em cima de Deus, da Pátria e tudo que estiver organizado da sociedade. ‘Anarquismo’.
    Há anos vemos as comunidades sofrendo embaixo da vara dos ilegais que mandam e desmandam a vida das pessoas que vivem nesses espaços da cidade. Algo tem que ser feito.
    No que foi entendido, houve a investigação com inteligência, mas isso foi vazado. Portanto, não houve tempo dos agentes de segurança chegar e prender os criminosos. Espalharam geral, e foram tiros para todos os lados. Fora Psol!!! E suas encrencas diárias. Precisamos de rigor com a coisa pública, de fiscalizar, esclarecer fatos, mas não passar mão nas cabeças. As comunidades são reféns de muitas situações, e dos ilegais, é uma ferida aberta.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui