Deputado Rodrigo Amorim entra na Justiça para tirar filme do Porta dos Fundos da ar

O deputado também protocolou, na tarde desta quarta-feira (23/03), uma moção de repúdio ao grupo Porta dos Fundos, na ALERJ

Rodrigo Amorim em atuação na Alerj - Foto: Divulgação

Após tomar conhecimento de uma cena do filme “Peçanha contra o animal”, da produtora Porta dos Fundos, na qual a atriz Evelyn Castro simula uma policial militar feminina provando sêmen humano, o deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL) solicitou à Justiça a retirada do filme do ar. O deputado também protocolou, na tarde desta quarta-feira (23/03), uma moção de repúdio à produtora, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Rodrigo Amorim destacou o “tom debochado” que, para ele, representa uma ofensa às policiais militares femininas. Amorim quer ainda que a produtora Porta dos Fundos indenize financeiramente a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), que poderá aplicar os recursos recebidos no Centro de Fisiatria da corporação.

“Há muito tempo que esses sujeitos debocham da PM, ridicularizam a corporação, sem que no entanto tentem ajudar. Agora eles passaram dos limites. Policiais femininas são, em sua maioria, mulheres de origem modesta, negras, que trabalham e estudam. No filme são pessimamente representadas. É direito dos policiais se sentirem ofendidos e eu estou do lado deles”, protestou Amorim.

A policial feminina representada no filme não é a única personagem da PM retratada de forma negativa, há também o policial Peçanha, um agente bruto, confuso e corrupto, interpretado por Antonio Tabet.

Rodrigo Amorim apontou ainda a agressividade da produtora Porta dos Fundos contra a fé cristã, sempre com ataques à imagem de Jesus Cristo.

“Lembro que esses cidadãos todos os anos fazem questão de afrontar a crença cristã com seus “especiais de Natal”, sempre com ataques à imagem de Jesus Cristo. Se querem liberdade de expressão, eis aqui a nossa forma de expressar a indignação com eles: na Justiça” , disse o deputado.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui