Rodrigo Amorim ( Foto: Reprodução )
Rodrigo Amorim ( Foto: Reprodução )

O deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL) protocolou na tarde desta quinta-feira (04/03) uma indicação legislativa para que o governador Cláudio Castro promova uma série de intervenções para atenuar os efeitos das medidas restritivas no Rio de Janeiro.
A ideia é dar contrapartidas aos estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes, quiosques e afins, reduzindo carga tributária e flexibilizando pagamentos.

Não se discute a necessidade de se decretar medidas preventivas mais restritivas para a contenção desta terrível doença, só que a adoção de medidas austeras impactará diretamente na economia do Estado, afetando milhares de famílias que dependem do comércio para sobrevivência”, diz Amorim.

Como exemplo de iniciativas, Amorim sugere a vedação ao corte de fornecimento de energia elétrica, água e gás; a redução a zero das taxas de cartões e vales-refeição com adiantamento para o dia seguinte à transação; e a adoção de modelos de concessão de linhas de crédito e a redução dos impostos.

Ninguém ignora o drama das famílias que perdem seus entes queridos por causa desse maldito vírus, mas não podemos exigir que uma parcela fundamental da nossa sociedade, no caso os empreendedores, pague a conta desse jeito”, diz.

1 COMENTÁRIO

  1. Reduzir a carga tributária (??)
    E de onde sairá os recursos (??)
    O correto seria um aporte financeiro da União…
    O Município tem arrecadação no ISS, ITBI e IPTU.
    O Estado no ICMS e ITCMD.
    Já a União arrecada com IOF, IPI, IR, CSLL, Importação e Exportação…
    Reportagens mostraram que os ricos ficaram mais ricos, lucraram, na Pandemia…
    Bancos continuam com lucros na ordem de duas casas de bilhões…
    Quem tem condições de taxar fortunas é a União. Que deveria fazer isso e socorrer os Estados e Municípios.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui