Estádio Jornalista Mário Filho, popularmente conhecido como Maracanã - Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Ao que tudo indica, o Maracanã continuará se chamando ”Jornalista Mário Filho”. Isso porque o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT), anunciou nesta terça-feira (06/04) que solicitará ao governador em exercício, Cláudio Castro, para não aprovar a alteração no nome do estádio, que passaria a ser chamado de ”Edson Arantes do Nascimento – Rei Pelé”.

Vale ressaltar que o próprio Ceciliano é um dos autores do projeto de lei, aprovado pela Alerj em março. Para justificar o recuo quanto à ideia, o parlamentar citou um trecho famoso de Raul Seixas: ”Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante”.

Além de Ceciliano, Oos outros autores da medida são Alexandre Knoploch (PSL), Bebeto (Podemos), Carlos Minc (PSB), Coronel Salema (PSD), Eurico Junior (PV) e Marcio Pacheco (PSC).

Diante do clamor popular para que o Maracanã continuasse com seu atual – e histórico – nome, o Ministério Público do RJ (MPRJ) já havia recomendado ao Poder Executivo Estadual não aprovar a mudança, alegando que trata-se de ”identidade cultural carioca”.

Outro ponto importante é que, caso a mudança acontecesse, somente o nome do estádio seria alterado. Todo o restante do complexo do Maracanã, que abrange o ginásio do Maracanãzinho e o estádio de atletismo Célio de Barros, por exemplo, continuaria se chamando Jornalista Mário Filho.

1 COMENTÁRIO

  1. Perplexidade define.
    O RJ/Rio está em 19º lugar na vacinação.
    Tem gente na fila, por leitos em hospitais.
    Economia quebrada.
    E tem gente que quer mostrar trabalho mudando o nome do eterno Maracanã… ?????
    Isso não explica o porque de uma qualidade de vida tão péssima nesta cidade e neste estado???

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui