A mídia brasileira, em geral, tem apenas o costume de dar destaque as questões nacionais, e deixa de lado o local. Além da posse dos deputados federais e senadores em Brasí­lia, hoje também assume os deputado estaduais na ALERJ, sede do Poder Legislativo. Serão 70 deputados tomando posse, o PMDB terá 17 cadeiras. PFL, PSDB e PT terão 6. O PDT e o PSC, 5 cadeiras. O PSB terá 3 cadeiras. PL, PP, PPS PHS, PMN e PAN vão ter 2. O restante dos partidos, PTB, PRB, PCdoB, PV, P-SOL, PTC, Prona, PTdoB, PSDC e PSL , 1 cadeira cada.

Você pode conhecer os eleitos clicando aqui.

deputados-partido-alerj.jpg

Cabe a ALERJ, conforme atribui a Constituição Estadual do Rio de Janeiro, legislar sobre os tributos estaduais, julgar anualmente as contas do Governador (esse atributo, inclusive é usado para criticar Sergio Cabral, que foi presidente da Casa, e hoje aparenta desconhecer os problemas e as contas do Governo Garotinho). Outras atribuições, podem ser encontradas aqui.

Os deputados recebem R$ 9.540 por mês, além de benefícios, como vale-combustí­vel, auxí­lio-moradia, dinheiro para pagamento dos funcionários dos gabinetes, que podem chegar a R$ 109 mil, todos os meses. Quem paga a conta é o povo através de impostos.

A sede do Poder Legislativo do Rio de Janeiro, é o Palácio Tiradentes, que já foi sede do Congresso Nacional entre 1926 e 1960. Foi construí­do no terreno ocupado pela “Cadeia Velha”, que abrigara os presos do perí­odo colonial, e tem esse nome hoje porque foi ali que ficou preso Tiradentes antes de ser levado à forca.

Em estilo eclético, a fachada é revestida por concreto armado. Destaca-se a cúpula, adornada com esculturas alegóricas representando a Independência e a República. Por dentro, a cúpula, ornamentada com pinturas de autoria do artista brasileiro Rodolfo Chambelland, ostenta um vitral pintado como o céu da noite de 15 de novembro de 1889. Se quiser conhecer mais do Palácio Tiradentes, clique aqui.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui