O Detran.RJ assinou convênio nesta sexta-feira (18/06) com a prefeitura de Miguel Pereira, no centro-sul fluminense, para melhorar e agilizar o trabalho de fiscalização no trânsito da cidade. Palmtops foram entregues para os agentes da prefeitura e nove profissionais passaram por um curso de atualização das regras de trânsito, incluindo as últimas alterações feitas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e que entraram em vigor no último dia 12 de abril. A solenidade de assinatura do convênio foi realizada na prefeitura de Miguel Pereira, com a presença de representantes do Detran e de autoridades, entre eles o secretário estadual de Transportes, Léo Vieira.

A parceria entre o Detran.RJ e as prefeituras é importante para facilitar e agilizar a operacionalização das blitzes. Além disso, a consulta online na base de dados do Detran, sobre os veículos e os motoristas, confere mais segurança na abordagem, tanto para os agentes de trânsito quanto para a população – explicou o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder, que passou a tarde em Miguel Pereira para fechar o termo de cooperação com o prefeito André Português (PL). Os dois trataram de assuntos importantes para o departamento e o município.

Com a parceria, a base de dados do Detran.RJ, que informa sobre a regularidade dos veículos e das CNHs dos motoristas, passa a ser utilizada também pelos agentes treinados em Miguel Pereira. O sistema que o departamento vai disponibilizar à prefeitura também vai informar a situação do veículo junto à polícia. São inúmeras informações cruzadas que serão disponibilizadas aos agentes de trânsito.

O Detran tem uma função educativa para o trânsito muito importante. Inclusive, a primeira opção não é punir. A punição é o último dos recursos do ordenamento urbano. Primeiro, queremos educar. Por isso o Detran realizou também aqui, hoje, a nosso pedido, uma blitz educativa, através da sua Coordenadoria de Educação para o Trânsito. Salvar vidas é o nosso maior objetivo – avaliou o prefeito André Português.

Durante a blitz de hoje, cerca de 50 veículos foram parados e os motoristas, conscientizados, sobre a importância da direção defensiva, dos equipamentos de proteção, do cinto de segurança, entre outros assuntos importantes.

Em 2021, o Detran já renovou convênio com 60 municípios e fez fiscalizações em parceria com 27 cidades do estado. As infrações mais flagradas nas ações são, em geral, falta de licenciamento anual e mau estado de conservação, o que representa 60% a 70% do total das multas aplicadas.O Detran.RJ assinou convênio nesta sexta-feira (18/06) com a prefeitura de Miguel Pereira, no centro-sul fluminense, para melhorar e agilizar o trabalho de fiscalização no trânsito da cidade. Palmtops foram entregues para os agentes da prefeitura e nove profissionais passaram por um curso de atualização das regras de trânsito, incluindo as últimas alterações feitas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e que entraram em vigor no último dia 12 de abril. A solenidade de assinatura do convênio foi realizada na Prefeitura de Miguel Pereira, com a presença de representantes do Detran e de autoridades, entre eles o secretário estadual de Transportes, Léo Vieira.

A parceria entre o Detran.RJ e as prefeituras é importante para facilitar e agilizar a operacionalização das blitzes. Além disso, a consulta online na base de dados do Detran, sobre os veículos e os motoristas, confere mais segurança na abordagem, tanto para os agentes de trânsito quanto para a população – explicou o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder, que passou a tarde em Miguel Pereira para fechar o termo de cooperação com o prefeito André Português. Os dois trataram de assuntos importantes para o departamento e o município.

Com a parceria, a base de dados do Detran.RJ, que informa sobre a regularidade dos veículos e das CNHs dos motoristas, passa a ser utilizada também pelos agentes treinados em Miguel Pereira. O sistema que o departamento vai disponibilizar à prefeitura também vai informar a situação do veículo junto à polícia. São inúmeras informações cruzadas que serão disponibilizadas aos agentes de trânsito.

O Detran tem uma função educativa para o trânsito muito importante. Inclusive, a primeira opção não é punir. A punição é o último dos recursos do ordenamento urbano. Primeiro, queremos educar. Por isso o Detran realizou também aqui, hoje, a nosso pedido, uma blitz educativa, através da sua Coordenadoria de Educação para o Trânsito. Salvar vidas é o nosso maior objetivo – avaliou o prefeito André Português.

Durante a blitz de hoje, cerca de 50 veículos foram parados e os motoristas, conscientizados, sobre a importância da direção defensiva, dos equipamentos de proteção, do cinto de segurança, entre outros assuntos importantes.

Em 2021, o Detran já renovou convênio com 60 municípios e fez fiscalizações em parceria com 27 cidades do estado. As infrações mais flagradas nas ações são, em geral, falta de licenciamento anual e mau estado de conservação, o que representa 60% a 70% do total das multas aplicadas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quintino, boa tarde! A navegação elas páginas do Diário está horrível… tenho percebido enorme lentidão. Às vezes tem link que nem abre. Informa falha no servidor. Isso reparei de semana para cá em diversos dispositivos e redes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui