Igreja Matriz São Jorge, em Quintino, na Zona Norte do Rio, não terá a tradicional presença de público nesta sexta (23/04) - Foto: Divulgação

O popular Dia de São Jorge, ocorrido nesta sexta-feira (23/04), está sendo celebrado diferente este ano, devido à necessidade de se evitar a proliferação do Coronavírus.

Na tradicional Igreja Matriz São Jorge, em Quintino, na Zona Norte do Rio de Janeiro, que costumava receber cerca de 1 milhão de visitantes durante o referido dia, em 2021 as celebrações estão restritas ao pároco local e aos colaboradores da paróquia.

As missas na igreja estão sendo transmitidas pela redes sociais. A primeira desta sexta ocorreu às 05h e haverá também às 10h, 15h, 16h e 18h. Já a ”Alvorada”, tradicional queima de fogos que acontece anualmente, foi realizada em tempo mais rápido do que em outras ocasiões.

Imagem de São Jorge – Foto: Reprodução/TV Globo

Já na Igreja de São Jorge do Centro do Rio, houve missa às 07h e acontecerá outras duas às 15h e 18h.

Paralelamente às celebrações nas paróquias, houve homenagem a São Jorge também no Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Os festejos tiveram início com uma queima de fogos e uma missa celebrada pelo cardeal Dom Orani Tempesta.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui