Foto: arquivo pessoal

No dia 8 de agosto foi comemorado o Dia dos Pais, mas, qual o seu real significado? Em meio a essa comemoração, surge esta pergunta para aqueles que não são pais biológicos, mas que participam da criação dos pequenos: o padrasto.

Os padrastos, muitas vezes, ficam esquecidos em meio às comemorações, contudo, este também não seria o dia deles?

A frase “pai é quem cria” já está popularizada na cultura brasileira, o que não é surpresa, pois contém uma verdade incontestável.

O sentido da palavra pai, principalmente aquele celebrado em todo o segundo domingo de agosto, não se limita apenas à herança genética, mas se estende ao cuidado de um ser humano mais experiente para com um mais jovem.

Ao longo da vida, podemos ter tido vários “pais”, que nos ajudaram em momentos difíceis, nos instruíram, aconselharam e nos acolheram.

É o caso de muitos avôs e avós que, na maioria das vezes, passam a cuidar de seus netos na ausência dos seus “verdadeiros pais”.

No caso do padrasto, isto torna-se ainda mais evidente, porque o padrasto casa-se com a mãe da criança e assume a responsabilidade de cuidar dos seus filhos junto com ela.

No Dia dos Pais, um padrasto de modo nenhum pode ser ignorado. Se você tem um que faz realmente o papel de pai, não deixe de comemorar com ele o Dia dos Pais. Valorize aqueles que cuidam de você e te querem bem!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui