Bloco Volta Alice - Carnaval Rio de JaneiroA Elisa Russo, do blog No Meu com Areia, sempre comenta aqui no Diário do Rio e fez um verdadeiro serviço público aos turistas no post com a Agenda dos Blocos 2011ao responder o questionamento de um morador de Santa Catarina. O comentário foi tão bom que teve de virar um post.

 

Veja algumas dicas da Elisa (coloque a sua nos comentários, conforme for vou atualizando a lista.) a todos que querem passar o carnaval do Rio de Janeiro curtindo os blocos de rua seja carioca ou turista. Merece ser traduzido em todas as línguas:

  • O esquema do carnaval no Rio é todo 0800 (Grátis). Imagine assim: um carro de som, uma banda atrás e um monte de gente pulando, cantando e andando. O carnaval daqui é quase sempre assim… Alguns tem carros maiores, outros apenas a banda que fica parada, etc, etc…
  • Não precisa de camiseta, abadá (isso é coisa de Micareta) ou convite. Passou, ouviu a música e gostou? Vai atrás! Alguns blocos até vendem camisas e outras coisitas, mas é para conseguir uma grana para bancar alguns custos, já que a maioria não é patrocinada. O pessoal geralmente compra pra ajudar, mas não existe nada formal, não. Pode vir tranquilo.
  • Comida e bebida cada um se vira como pode, mas opção não falta. Tem Mc Donalds e Subway aberto até as 5 da manha, barraquinha de tudoumpouco, lanchonete… Vai do gosto do freguês!
  • Use roupas leves, tênis (chinelo arrebenta, salto nem pensar!!), saquinho plástico pra proteger o celular dos carros pipa, mínimo de dinheiro e documentos (malandrão existe em qualquer lugar).
  • Beber muita água e comer coisas leves.
  • Protetor solar é uma boa também (ainda mais para quem não esta acostumado com o calor).
  • Evite levar câmeras, caso leve, tenha cuidado.
  • Xixi na rua dá problema mesmo (A PM marca em cima direto).
  • Hospedagem próximo do Metrô facilita o deslocamento e poupa tempo, já que muitas ruas fecham.
  • A maior parte dos blocos se concentra na Zona Sul e no Centro, mas existem blocos por toda a cidade (veja aqui o mapa e a agenda com todos os blocos);
  • Não há mais ingressos para o desfile das Escolas de Samba, então nem adianta vir para cá na esperança de comprar na hora.
  • Antes do carnaval, todas as escolas fazem ensaios na Marques de Sapucaí de graça (confira a agenda).
  • Santa Tereza é um Bairro todo em Ladeira e tem ruas apertadas (prepare-se para multidão e calor)
  • Raríssimos blocos saem a noite, se você quiser fazer algo nesse horário, os bailes das casas de samba da Lapa são uma boa opção (Eu, Elisa, indico o Sacrilégio e o Carioca da Gema, mas existem outros).
  • Tente sempre pegar taxi de cooperativa (são identificados pelo nome da cooperativa e numero de ordem na lateral)
  • Uma corrida da Lapa até os bairros da Zona Sul não dá mais de R$ 50,00! (fui boazinha porque é bandeira 2)
  • Taxímetro ligado sempre!
  • Leblon é bairro de rico e tudo é muito mais caro lá.
  • Copacabana é um bairro enorme e tem três estações de Metro (Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo)
  • Fantasias são bem vindas, quanto mais engraçadas, melhor!
  • Releve pisadas do pé, esbarrões, banhos de cerveja e olhadas para a bunda da sua namorada – É carnaval.
  • Não arrume briga, você veio pra cá para se divertir, lembra?
  • Cariocas não se importam em dar informação e farão de tudo para te ajudar
  • A Tijuca não fica na Zona Sul
  • Os shoppings mais práticos para quem vai ficar pela Zona Sul são o Rio Sul (em botafogo, pertinho de Copa) e o Botafogo Praia Shopping
  • Programe-se: antes de sair do hotel, veja em quais blocos você vai e qual a melhor rota para chegar lá.
  •  

    Foto: Bloco Volta Alice por Alexandre Ferreira

    Comente

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui