Lagoa Rodrigo de Freitas - Ciclovia - Foto: Alexandre Macieira|Riotur

Seja pela canção mundialmente famosa, Garota de Ipanema, pelo carnaval ou por suas belezas naturais, o Rio de Janeiro é uma das cidades mais famosas do mundo. Com praias e inúmeras belezas ao ar livre, a cidade inspira um estilo de vida saudável em contato com a natureza. E justamente por ser morada de diversas celebridades, praias e por sediar um dos Carnavais mais disputados do planeta, a vaidade está sempre em alta na cidade.

Todos esses fatores em conjunto tornam os cariocas uma das populações mais preocupadas com a forma física. De acordo com um levantamento do Freeletics, aplicativo de exercícios físicos com inteligência artificial, com 200 cariocas, 55% deles apontou as academias como as alternativas mais baratas para fazer exercícios com frequência. Já 54% dos moradores do Rio de Janeiro aponta a liberdade de treinar a hora em que preferirem como um dos grandes motivos para se exercitar sozinhos. E morar em um ambiente favorável para isso facilita e muito a prática de atividades físicas.

Melhores lugares para praticar atividades físicas no Rio

O contato com a natureza e realizar esportes ao ar livre são algumas das peculiaridades dos cariocas. Jogando futevôlei na praia, correndo no parqueLage ou andando de bicicleta à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas, é possível mexer o corpo e, combinado com escolhas saudáveis à mesa, ficar cada vez mais em forma. E isso fica ainda mais fácil com as paisagens de tirar o fôlego do Rio de Janeiro: afinal, quem não adoraria correr em um cenário natural?

Outro hábito comum dos cariocas é pisar na areia. A avenida Beira Mar segue em alta como um espaço de descanso, indicado para praticar atividades esportivas. Copacabana, Leblon e Ipanema continuam com as areias disputadas para os adeptos do futevôlei, nascido em Copa e hoje um esporte olímpico, e do frescobol.  É em Copacabana também que os cariocas fãs de futevôlei podem realizar a prática em uma das principais escolas, a do “Léo Tubarão”, apelido do jogador Leonardo Salles, um dos principais nomes do esporte.

Além disso, os cariocas mais radicais também costumam se aventurar na asa delta. Um dos melhores lugares para praticar essa atividade física no Rio é no Morro dos Dois Irmãos, que oferece a oportunidade para os corajosos observarem uma das imagens de tirar o fôlego lá de cima durante o voo, admirando o mar e o entorno das montanhas cariocas.

Outro exercício amado pelos cariocas é o stand up paddle, uma das atividades aquáticas mais praticadas nos últimos anos. Por movimentar toda a musculatura, a atividade ajuda na tonificação dos músculos. Um bom lugar para praticar o esporte e ainda contemplar as belas paisagens da capital fluminense, é a Barra da Tijuca. O vôlei de praia também é outro esporte bastante praticado pelos cariocas e pode ser realizado na Praia do Leme do Botafogo ou na Praia da Macumba, que fica entre as praias do Recreio e a da Prainha.

Alimentação e suplementação: nutrição é aliada dos exercícios físicos

Rio Bodyboarding International – Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Com tantos cuidados com a aparência física, é claro que a dieta não poderia ficar de fora. Afinal, uma boa alimentação é fundamental para a prática dos exercícios físicos e pode ajudar os praticantes a atingir diferentes objetivos. Isso porque quem deseja emagrecer deve optar por atividades repetitivas e uma alimentação mais leve, mais focada em proteínas do que carboidratos. os suplementos para emagrecer também são grandes aliados de quem deseja perder peso, pois ajudam na nutrição eficiente e trazem nutrientes indispensáveis para a hidratação, pois a sede é frequentemente confundida com a fome, e se manter hidratado ajuda na saciedade.

Já quem busca ganhar massa muscular também pode dar uma ajudinha na dieta com suplementos para hipertrofia. Isso porque o consumo de proteínas depois dos treinos ajuda a recuperar os músculos e oferece a energia necessária para a reconstrução muscular. Mesmo públicos adeptos do estilo de vida saudável como os cariocas devem se exercitar com o apoio de profissionais de saúde e de educação física para se manter em forma.

Nesse sentido, nutricionistas recomendam o consumo de 25 a 30 gramas de proteína por refeição para otimizar o estímulo da síntese proteica da massa muscular. O problema é que nem sempre a vida corrida oferece a possibilidade de uma alimentação balanceada antes e depois dos treinos, principalmente no Rio de Janeiro, já que a cidade maravilhosa também é conhecida por seu trânsito pesado. Assim, contar com opções como whey protein e barras de proteína, que podem ser consumidas em qualquer lugar, facilitam e muito a vida saudável dos cariocas e otimizam a prática constante de exercícios físicos.

Por agência de marketing digital emarket

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui