Do mais rico ao mais pobre – Os bens dos candidatos a prefeito do Rio em 2020

Bandeira é o candidato mais rico, Renata Souza a mais pobre Fred Luz tem R$ 250.000,00 em espécie, Luiz Lima 205.835,21. Veja os bens declarados pelos candidatos a prefeito do Rio em 2020

As eleições vão começar e todo candidato deve declarar seus bens à Justiça Eleitoral. O DIÁRIO DO RIO verificou a declaração de bens de cada candidato e fez a lista do mais rico ao mais pobre. O mais rico é Bandeira de Mello (REDE), enquanto Renata Souza (PSol) possui apenas um carro em seu nome, e ao mesmo tempp Suêd (PMB) e Henrique Simonard (PCO) não teriam bens a declarar.

Na lista o que surpreende são candidatos sem conta bancária ou investimentos e ao mesmo tempo outros com mais de R$ 200.000,00 em dinheiro em espécie. Enquanto isso, tem candidato que declara uma ampla gama de investimentos, como manda os bons consultores financeiros.

É sempre bom estar atento para o fato de que o valor dos imóveis declarados não significa necessariamente o que valem hoje estes bens. Normalmente se declara o quanto se pagou pelo imóvel na época da compra – ou no máximo se adiciona ao valor da compra o que foi gasto com obras e reformas – não se declara o quanto o imóvel valorizou, ou o quanto a Prefeitura diz valer. Isto só é feito quando o imóvel é vendido, e o procedimento é correto. Por isso, não é de se espantar alguém ter na declaração um apartamento em um bairro nobre declarado por um valor mais baixo do que outro que em uma região menos valorizada. Pela lei, se a pessoa aumentar na declaração de bens o valor do imóvel de acordo com a valorização dele, terá que pagar impostos como se tivesse realizado a venda.

Bandeira de Mello (REDE) – R$ 6.159.557,34

O candidato da REDE Sustentabilidade, e ex-presidente do Flamengo, é o candidato mais rico para Prefeitura do Rio em 2020. Bandeira de Mello tem um total de bens declarados de R$ 6.159.557,34. Quase todos em aplicações de renda ou ações, e se ele levar em conta a frugalidade e o investimento na vida pública do jeito que leva na privada, seria um excelente prefeito.

De bens sem ser investimento, uma Casa no Condomínio Anápolis Country Club, no valor de R$ 184.700,00, e um apartamento no Novo Leblon, no valor de R$ 543.204,00. Mas frugal mesmo são seus carros, um Palio 2009 no valor de R$ 51.000, bem acima do valor máximo na tabela FIPE de R$ 29.900, além de um Spin 2019, o valor de R$ 70.000.

A maior aplicação de Bandeira está em Fundos da Caixa Econômica, R$ 1.439.145,85. Veja sua declaração de bens completa.

Fred Luz (NOVO) – R$ 4.742.058,08

Fred Luz do NOVO era esperado ser o mais rico, afinal, era sócio de uma holding que tinha marcas como a Richards e a VR. Mas o total de bens informados pelo candidato é de R$ 4.742.058,08, sendo mais de 1/4 dele um apartamento na Lúcio Costa na Barra, no valor de R$ 1.500.000,00. Além disso ele possui outro apartamento na Barra no valor de R$ 1.446.912,09.

Da Inbrands, a holding informada acima, ele vendeu ações da marca e conseguiu um total de R$ 793.453,00. Enquanto isso possui R$ 250.000,00 em espécie! Espero que bem guardado.

Luz possui dois automóveis, um Hyundai i30 2015, no valor de R$ 67.080,00 e um Compass Sport 2.0, no valor de R$ 106.000,00.

E, claro, bom administrador que é, possui uma aplicação financeira no Banco do Brasil e Bradesco no total de R$ 481.697,00. Veja sua declaração de bens completa.

Glória Heloíza – PSC – R$ 1.542.000,00

A candidata pelo PSC, Glória Heloíza (PSC), precisa urgente de um consultor financeiro. Apesar dos bens declarados serem de um valor alto, nenhum é em aplicação. Ela tem uma casa financiada na Barra, no valor de R$ 1.438.000,00, um Citroen C3 2014/2015 no valor de R$ 24.000 e um Audi 2019 no valor de R$ 80.000,00.

E é isso, nada mais investido. Veja sua declaração de bens completa.

Luiz Lima (PSL) – R$ 1.537.681,74

O deputado federal Luiz Lima (PSL) tem uma amplitude de bens, mas o que mais salta aos olhos são os R$ 205.835,21 em espécie. Claro, o valor é alto para ter dentro de casa, mas como ele conseguiu contar os centavos? Alguém aí sabe quantos centavos tem na carteira?

Lima possui 2 imóveis na Barra, um no valor de R$ 380.000 e outro no valor de R$ 580.000,00 e nenhum carro. Além disso seu maior investimento é em um Fundo de Longo Prazo no Santander, no total de R$ 111.243,12.

Ele também tem quotas de sua empresa de eventos esportivos, a Vitorie Regia, no total de R$ 2.300. Veja sua declaração de bens completa.

Delegada Martha Rocha – PDT – R$ 1.308.793,28

Investir e garantir um futuro mais seguro, esse deve ser o mote da candidata do PDT, Delegada Martha Rocha, com patrimônio declarado de R$ 1.308.793,28, quase todo em investimentos, incluindo um Vida e Previdência de R$ 677.382,99.

Martha ainda possui um apartamento na Tijuca no valor de R$ 176.000,00, e um Toyota Corolla 2016/2017 no valor de R$ 110.000,00. Veja sua declaração de bens completa.

Benedita da Silva (PT) – R$ 941.762,92

Benedita da Silva – Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A ex-governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, tem um patrimônio total de R$ 941.762,92. E aparentemente gosta de investir em imóveis. Tem um apartamento no valor de R$ 144.465,40, metade de um outro apartamento no valor de R$ 170.000, uma casa no Chapéu Mangueira de R$ 80.000 e uma sala comercial no valor de R$ 50.000.

Ela declara possuir 2 carros, um Fiat 500 Sport, R$ 60.000 e um Renault Logan 2014/2015, R$ 40.000.

Seu maior investimento é uma aplicação no Banco do Brasil de R$ 124.768,01, e tem depositado no mesmo banco R$ 123.708,71. Veja sua declaração de bens completa.

Crivella (Republicanos) – R$ 665.634,27

Marcelo Crivella, prefeito do Rio – Foto: Saulo Angelo/Futura Press/Estadão Conteúdo

Não é por acaso a situação financeira do Rio de Janeiro. O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) declara de bens o total de R$ 665.634,27, mas praticamente todo ele é de seu apartamento, no valor de R$ 634.795,00. Esperemos que tenha seguro.

Crivella ainda tem investimento em renda fixa no Banco do Brasil no valor de R$ 20.643,15, e R$ 10.196,12 em conta corrente do mesmo banco. Veja sua declaração de bens completa.

Cyro Garcia (PSTU) – R$ 565.000,00

Contra burguês vote 16, mas o candidato Cyro Garcia (PSTU) possui 2 imóveis, ao menos metade de 2. Um deles, em Vila Isabel, 50% de um apartamento de R$ 300 mil, enquanto possui 50% de outro na Tijuca que custa no total R$ 250.00,00. Um exemplo de proletário.

Entretanto, mantém um Celta 2010, no total de R$ 15.000. Veja sua declaração de bens completa.

Eduardo Paes (DEM) – R$ 478.358,42

Pobre do Eduardo Paes (DEM), apesar de Executivo de uma multinacional, seus bens declarados são menores do que o sindicalista Cyro Garcia, talvez por não ter imóveis em seu nome. O total é de R$ 478.358,42.

Maior parte deste valor está em uma aplicação em renda fixa no valor de R$ 210.124,25, seguido por uma Previdência Privada no total de R$ 176.543,20 e R$ 15.119,97 depositados.

Ele ainda possui um carro Tiguan 2019 de R$ 76.571,00, sendo R$ 59.363,79 financiados. Veja sua declaração de bens completa.

Paulo Messina (MDB) – R$ 319.300,00

Bom de contas, o professor de matemática Paulo Messina (MDB) é ruim de investimentos. Ele possui apenas seu apartamento, no valor de R$ 250.000,00 e participações nas empresas que possui, tudo no total dá 319.300,00.

Não é um bom jeito de administrar o próprio dinheiro. Veja sua declaração de bens completa.

Clarissa Garotinho (PROS) – R$ 151.485,37

Com R$ 151.485,37 declarados, a candidata do PROS, Clarissa Garotinho, é mais uma a precisar de um consultor financeiro. Ela simplesmente não tem investimentos ou dinheiro depositado no banco.

Seus bens se resumem a cotas da empresa Clean World Comércio de Materiais, que fornece para empresas e condomínios, no valor de R$ 4.750. Um apartamento em Del Castilho, R$ 107.497,81. Além de cotas de um consórcio da Rodobens no total de R$ 39.237,56.

Veja sua declaração de bens completa.

Renata Souza (PSol) – R$ 42.000,00

A deputada estadual Renata Souza (PSol) precisa urgente de dicas de investimentos, talvez da Delegada Martha Rocha. Em seu nome há apenas um bem, um Renault Sandero 2015, no valor de R$ 42.000,00 e nada mais.

Esse povo não tem conta bancária?

Suêd (PMB) – Nenhum bem declarado

Se Simonard do PCO é jovem e estudante, o que explica não ter bem declarado, fica difícil para a candidata do MDB, Suêd. Ela, que diz ter ocupação como empresária, não declarou nenhum bem até o momento ao TSE!

É o 1º caso de empresária sem empresa.

Henrique Simonard (PCO) – Nenhum bem declarado

Com 22 anos, estudante, o candidato do PCO, Henrique Simonard, não tem nenhum bem declarado.

Mas, será que dá para ser da Causa Operária sem ser operário?

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. A declaração de bens e patrimônio dos candidatos ao TRE é uma “peça de ficção”, que nunca é auditada pelo órgão.
    A Declaração dos bens, não deveria ser com base no valor de compra, mas sim do valor de mercado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui