Na última segunda-feira (27/9), a obra do corte da rocha no Canal Principal do Porto de Itaguaí, administrado pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), recebeu mais uma vistoria da Autoridade Portuária, do Instituto Estadual de Ambiente (INEA) e da Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá. Com previsão para conclusão em outubro, a intervenção permitirá o aprofundamento do canal de acesso para 20 metros.

A superintendente de Sustentabilidade do Negócio da Docas do Rio, Gabriela Campagna; o Delegado da Capitania dos Portos, Comandante Alexandre Lopes, e representantes do órgão ambiental foram recepcionados no Porto Sudeste, que executa a obra, pelo diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade, Ulisses Oliveira, e pelas equipes técnicas da UMI SAN, responsável pelos serviços de remoção, e da empresa PH MAR, responsável pelo monitoramento ambiental.

Em seguida, o grupo realizou uma visita técnica no Porto de Itaguaí, acompanhado pelo superintendente de Gestão Portuária de Itaguaí e Angra dos Reis, Alexandre Neves, além dos gerentes de Fiscalização de Operações, Cíntia Castro; de Responsabilidade Socioambiental, William Lobosco; e de Riscos de QSMS (Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança do trabalho), Jussara Mendes.

A superintendente Gabriela Campagna, explicou que “na prática, a remoção será de aproximadamente 120m³ de rocha, embora no licenciamento ambiental, estejam autorizados até 900 m³, e a obra está sendo realizada com uma metodologia limpa e sem impactos ao meio ambiente, seguindo as melhores práticas de Sustentabilidade Ambiental e com registros constantes de monitoramento ambiental”. Segundo o superintendente Alexandre Neves, “a regularização do aumento da profundidade do canal principal para 20 metros proporcionará mais segurança à navegação e maior competitividade para as atividades do Porto de Itaguaí”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui