Dirigido por Luiz Eduardo Ozório, “Doidos de Pedra – O Paraíso Ameaçado”, conta a história de Pedra de Guaratiba, que fica na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Além de narrar a trajetória de pessoas que ajudaram a fundar o bairro, o filme também fala sobre a ameaça ao meio ambiente local, sobretudo à Baía de Sepetiba.

A partir dos anos 1960, o bairro de Pedra de Guaratiba, foi invadido por uma comunidade artística variada. Sua história, contada por artistas locais, privilegia sua paisagem natural, a ampla cultura da região e a sua conhecida e renomada gastronomia.

Em contraponto, o mesmo grupo discute o descaso ambiental que destruiu a baía de Sepetiba e a Praia da Pedra de Guaratiba. A história é contada com Roberto Burle Marx (paisagista), Roberto de Regina (músico), Mário Moscatelli (ambientalista) e Milton Teixeira (historiador), entre outros dando depoimentos.

“Eu comecei uma investigação e fui descobrindo que algo como 20 bairros da Zona Oeste depositam, in natura, esgotos sanitários, que deságuam, sem nenhum tratamento, dentro da praia de Pedra de Guaratiba, que é o fundo da Baía de Sepetiba”, disse o diretor  Luiz Eduardo Ozório.

Luiz Eduardo Ozório iniciou sua carreira como ilustrador. Ao longo do tempo, realizou trabalhos como designer e direção de arte na hoje extinta Mental Mark. Em 2010, criou o projeto Trânsito Amigo, que hoje está em sua terceira edição e acumulou prêmios, reconhecimento e mídia espontânea por todo o mundo. No Brasil também trabalhou como diretor de arte no longa-metragem Solteira quase surtando e como roteirista.

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelo conteúdo, Lucena. Que espetáculo de matéria!
    Já fui na Pedra várias vezes e o que se constata é justamente isso, um descaso público e falta de conscientização dos próprios moradores, não todos, claro… mas as pessoas ali, não tem a percepção da riqueza que possuem. É estarrecedor ver um lugar tão lindo e pronto para ser um polo turístico, largado às traças e que vive um descaso bizarro do poder público, uma verdadeira prevaricação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui