Rock in Rio 2019
Foto: Marcelo Paixão

O rapper canadense Drake não permitiu a exibição de seu show por canais de TV. O motivo, até o momento da redação deste texto, não foi divulgado. Mas corre nos corredores da sala imprensa do Rock in Rio que ele priorizou uns amigos vieram com ele para filmar e fotografar a apresentação.

A organização do Rock in Rio e o canal Multshow, que transmite o Festival, lamentaram o ocorrido.

Altair Alves, repórter do DIÁRIO DO RIO, que não veio para a cobertura nesta sexta-feira, (27/09), mas que estará presente na próxima semana, me perguntou, na zoeira, se eu iria fazer um vídeo para postar em minhas redes sociais durante o show do Drake, pois eu estaria em uma posição de privilegio, no lugar onde muita gente gostaria de estar. E ele disse isso antes de saber que o show não teria transmissão de TV.

Aliás, Altair foi uma das “vitimas” desse pedido de Drake. Ele queria ver o show de casa e não viu.

O show ficou quase mais exclusivo por conta da chuva. Ela apertou pouco antes da apresentação começar. Até atrasou uns 20 minutos, talvez por isso, pois muitos funcionários da produção do Evento estavam indo ao palco para tirar água de lá, com rodos.

Falando do show, Drake frisou e celebrou bastante o fato de estar cantando pela primeira vez no Brasil. Animado, ele contagiou os fãs.

Conversou bastante com a plateia – sobretudo no início e no fim.

No início do show, projetada no telão atrás do palco, havia uma bandeira do Brasil. Show que começou com os versos “meu Brasil brasileiro…”

Desenvolto, à vontade no palco, Drake colocou o público para cantar junto e balançar nos graves de suas músicas.

A chuva apertou já no fim da apresentação, mas o público seguiu empolgado, presente. Eles curtiram o Drake exclusivo para quem esteve no primeiro dia do Rock in Rio 2019.

Três guitarrinhas para o show de Drake

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui