O Estado do Rio de Janeiro já conta com uma importante ferramenta tecnológica: os drones. Os veículos aéreos não tripulados estão sendo usados com cada vez mais frequência nas ações do Governo do Estado, seja com o objetivo de prevenção ou nas operações coordenadas com as secretarias e órgãos estaduais.

De acordo com a Coordenadoria de Veículos Aéreos Não Tripulados do Corpo de Bombeiros (Covant), a finalidade dos drones se divide em três frentes.

“Hoje, atuamos no salvamento, em buscas nas matas e no mar e ainda somos acionados para fazer parte de operações coordenadas de outras secretarias e órgãos. Além disso, caso haja algum grande evento no estado, como deslizamentos, incêndios ou desabamentos, também estamos preparados para agir”, explicou o tenente-coronel Felipe Monteiro, coordenador do Covant.

Com três equipamentos e uma equipe com 10 militares, a coordenadoria é responsável pela captação de imagens de satélite para verificar a situação do evento em tempo real.

“Assim que o drone capta a imagem, ela é enviada ao Centro de Controle e serve como um auxílio para uma rápida tomada de decisão daquele evento. Caso seja um deslizamento, por exemplo, é possível ter a noção exata da situação para direcionar os próximos passos da ação”, disse o tenente-coronel.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui