As empresas de ônibus Campo Grande e Penha Rio ingressam com pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça do estado do Rio de Janeiro (TJRJ). Ao todo, o estado tem, agora, oito empresas na mesma condição, são elas a Real, Expresso Pégaso, VG, Palmares, Paranapuan e Pavunense.

O pedido de recuperação judicial tem como objetivo evitar a falência das empresas, podendo durante o processo, serem realizados acordos com os credores, com a supervisão da Justiça. Desde o início da pandemia duas outras empresas do setor faliram: a Acari e Estrela.

A empresa Campo Grande tem uma frota de 200 ônibus que atendem as linhas da Zona Oeste: 369, 370, 388, 392, 393, 396, 397, 759, 772, 786, 789, 819, 826, 846, 847, 848, 858, 870, 923, 2310, LECD29, SE847, SN392, SN397, SN786, SN819, SN846, SN393, SPA397, SPB397, SR393 e SR397. Já a Penha Rio possui 50 carros, que cobrem os itinerários na Zona Norte do Rio: 627,630 e 680.

O sindicato que representa os consórcios de ônibus (RioÔnibus) afirma que desde o início da pandemia, o número de passageiros pagantes caiu em 50%. Durante a pandemia, 7 mil rodoviários foram demitidos, de um total de 21 mil ao longo dos últimos cinco anos.

De acordo com o sindicato, o congelamento da tarifa há mais de 30 meses e o aumento do combustível em mais de 40%, tem dificultado a manutenção do setor. O sindicato também diz que mesmo com a tarifa no valor de R$4.05, o valor médio recebido pelas empresas é de R$2,76, quando consideradas as gratuidades transportadas (idosos, deficiente e estudantes) e o do Bilhete Único Carioca, que permite que o passageiro no intervalo de 2h30, não efetue o pagamento de nova tarifa, que não é custeada pelo município.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

1 COMENTÁRIO

  1. O culpado disso tudo é do Sérgio Cabral e do Eduardo Paes.

    Pegaram tantas propinas dos donos de companhias de ônibus e criaram um monstro.

    Por isto o Eduardo Paes aposta no Lula,porque ele sabe que vai sair pior que o Crivella em 2025

    A cidade do Rio de Janeiro tem dívidas impagáveis.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui