EcoParque, da Comlurb, recebe visita de comitiva alemã para conhecer projetos sustentáveis

Prefeita de Colônia ficou satisfeita com os progressos ambientais do Rio e espera aprender mais sobre o meio ambiente com os cariocas

Equipamentos doados pelos alemães ao EcoParque do Caju, em 2019 / Divulgação

Uma comitiva da cidade de Colônia, na Alemanha, visitou, na manhã desta quinta-feira (14/04), o projeto EcoParque, da Comlurb, no bairro Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro. Na comitiva estava Henritte Reker, prefeita da cidade germânica, que veio discutir parcerias em projetos sustentáveis futuros com autoridades do Rio de Janeiro. Os alemães também vieram saber sobre o andamento do projeto de segurança alimentar, do qual são apoiadores juntamente com a Prefeitura do Rio, que será instalado no EcoParque.

A cidade de Colônia já é parceira de Comlurb, desde 2016, quando esta recebeu um equipamento de última geração para fragmentação e peneiramento dos resíduos da poda das árvores. A máquina atualmente processa mais de 600 toneladas por mês, sendo que o material resultante desse tratamento é usado como combustível de fornos de cerâmica e substrato para compostagem.

O presidente da Comlurb, Flávio Lopes, enalteceu a parceria entre a instituição e a cidade de Colônia, uma vez que, através dela, tem sido possível o tratamento adequado do refugo das árvores e o desenvolvimento de práticas mais sustentáveis na cidade.

O antigo projeto já foi muito importante para nós, permitindo o reaproveitamento de restos de poda e galhos de árvores, inclusive aqueles que são recolhidos após fortes chuvas. Esse novo vai incrementar ainda mais nossos projetos sustentáveis, reafirmando esse importante compromisso com Colônia,” afirmou Flávio Lopes.

O Centro de Distribuição de Alimentos, que será criado no Cajú, a partir da reforma do antigo refeitório do Ecoparque, recebeu investimentos de 330 mil euros, da Engagement Global, órgão alemão. Através do Centro, as doações de frutas e legumes em condições sanitárias de consumo e não comercializados pelos supermercados, passarão por triagem e tratamento e depois entregues aos moradores da região do Caju.

A prefeita de Colônia, Henritte Reker, apontou o fato de o Brasil ser um país tropical, o que faz o tratamento das podas das árvores muito importante, além de ser uma fonte de aprendizado para que a cidade alemã desenvolva a mesma expertise carioca.  

“Esses tipos de projetos sustentáveis desenvolvidos aqui sempre fizeram parte do meu coração desde 2011, quando começaram as conversas sobre a primeira parceria. Naquela época eu era a secretária de Meio Ambiente e essa questão do reaproveitamento dos restos de poda é muito importante, uma vez que o Brasil é um país tropical. Temos certeza que vamos aprender muito com vocês e tenho confiança que essa parceria só vai se aprofundar ao longo dos anos”, afirmou a prefeita de Colônia.

O Centro de Distribuição de Alimentos, também contará com uma unidade de peneiramento para o Tratamento Mecânico-Biológico (TMB) de Resíduos Sólidos Urbanos, que permitirá aumentar a recepção e tratamento da fração orgânica dos resíduos urbanos. No EcoParque do Caju já existe uma Unidade de Biometanização, a primeira da América Latina, que, a partir do biogás, transforma resíduos orgânicos em energia. A parceria entre Rio e a Alemanha consolidará o EcoParque do Caju como um Centro de Referência em Tratamento de Resíduos Orgânicos, na América Latina.

A unidade de Tratamento Mecânico-Biológico também ampliará a produção do Fertilub, composto orgânico produzido no EcoParque do Caju, aplicado em hortas comunitárias e escolares, hortos de mudas, agricultura familiar, reflorestamento e paisagismo de parques e jardins.

A delegação alemã contou com as presenças de William Wolfgramm, chefe da Secretaria de Meio Ambiente, Clima e Imóveis; membros do Comitê de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Colônia; o Cônsul Geral da Alemanha, Dirk Augustin; Felipe Gavazza, do Departamento Econômico do Consulado; representantes das associações de cidades irmãs, além de integrantes de empresas alemães participantes da feira de alimentos Anufood –  evento previsto para acontecer em São Paulo.

Os membros da delegação alemã foram recepcionados pelo Diretor de Engenharia e Técnica da Comlurb, Édson Rufino, responsável pelo EcoParque do Caju.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. É pra rir né? A comitiva alemã veio aprender sobre o Meio Ambiente no Rio? Com a COMLURB?
    Hahahahaahahahahahahaahahahahha.a

    A COMLURB não sabe nem podar as árvores, que bizarramente, cabe a ela!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui