Vilson Ferreira, idealizador e sócio da Proverbo e os títulos publicados . Foto: Divulgação

Neste sábado (25/09), às 16h, na sede do Grupo de Artistas de Maricá (GAM), em frente ao deslumbrante cenário da Lagoa de Araçatiba, acontece o lançamento da coletânea “Proverbo: porque todos têm o direito de dizer sua própria palavra”. A edição comemorativa marca os 50 títulos publicados pela Editora Proverbo, de Maricá, em seus 2 anos de vida. Organizada pelo casal Marcia Fernandes e Vilson Ferreira, sócios da Proverbo, a coletânea apresenta 50 textos entre crônicas, pequenos contos, artigos e poesias, de 33 autores da casa.

Nascida bem no início da pandemia, em 2020, a Editora Proverbo foi criada para ser uma ponte entre os autores e seu sonho de ver seus livros publicados. E o que poderia ser mais um projeto frustrado, pelo cenário ímpar de incertezas que tomou conta do mundo a partir de março de 2020, transformou-se em uma linda história de encontros, aprendizados e muitas histórias pra contar. De lá pra cá, a Proverbo se orgulha não apenas desse número simbólico de publicações – que enquanto essas palavras são escritas já passa de oitenta –, mas principalmente das histórias e pessoas envolvidas em cada livro publicado.

Além das coletâneas, a editora publica, ainda, livros de poesias, romances, biografias, crônicas, contos, livros evangélicos, acadêmicos e infantis. Um desses infantis é motivo de orgulho para nós. Trata-se de “A menina do chapéu amarelo”, da nossa sócia e parceira Marcia Fernandes Ferreira, que ganhou o Prêmio Ecos da Literatura como o melhor livro infantil de 2020.

Flyer do lançamento da coletânea da editora Proverbo. Foto: Divulgação

Sobre os autores da coletânea:

Parceiros dentro e fora da vida pessoal, Vilson Ferreira e sua esposa Marcia Fernandes, constroem, a passos largos, uma editora familiar e exitosa em seus sonhos e projetos. E 33 autores, parceiros e amigos da Proverbo, fazem parte desta história, nesta coletânea comemorativa. São eles: Alexandra da Costa Figueira, Ana Lúcia Gosling, Carol Bianchezi, Cátia Serafim, Diogo Jovi, Edilson Barros, Elizabete Pereira da Silva, Pe Elizeu da Conceição, Fábia Marucci, Getúlia Marins, Jeane Galhotti, Jordhan Lessa, José Luiz Matias, Júlia Luz, Luiz F. Haiml, Marcelo Oliveira, Márcio Lambert, Maria José Reis de Sá, Marina Lessa Chaves, Nilton Oliveira, Rita Carvalho, Roberta de Souza, Rosiléa Barros, Rosimary do Valle, Sheila Stiller, Stephanee Santos Diniz, Susy Brito, Tania T. S. Nunes, Tânia Perez, Valquíria Fidelis, Vanessa Andrade, Vilcinéa de Carvalho e Zezé Pedroza.

O GAM fica na Rua Álvares de Castro 127, Araçatiba, Maricá, RJ.

Seguindo os protocolos sanitários, o evento terá entrada controlada mediante apresentação de carteira/passaporte de vacinação contra a covid, uso obrigatório de máscara, álcool em gel e distanciamento social.

Ebook: https://amzn.to/3nToAp1

Livro físico: Proverbo: porque todos têm direito de dizer a sua própria palavra – Proverbo Editora

Formada em cinema e jornalismo. Também trabalha como assessora de imprensa, locutora e repórter de TV. Escreve em sites e blogs desde 2002. Passou pelas redações do Jornal do Brasil e O Dia. Em 2012 fundou o blog Bonde da Bardot, sobre animais e meio ambiente.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui