Eduardo Paes, prefeito do Rio - Foto: Rozana Lopes/Diário do Rio

O prefeito Eduardo Paes (PSD) dá mais um passo para longe do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). De acordo com a coluna Radar/Veja, Paes que atualmente é presidente estadual do PSD do Rio de Janeiro destituiu o chefe do diretório do partido em Saquarema, o radialista Márcio Motta. Motta esteve nos atos em apoio ao presidente no 7 de setembro e, como se não bastasse, ainda tirou uma foto do lado de Fabrício Queiroz.

O agora ex-presidente do PSD de Saquarema, foi antes dirigente do PSL, mas em 2020 disputou a prefeitura de Saquarema pelo PSD. Ele também é amigo pessoal de Queiroz. Sua saída do PSD, com votação acelerada da Executiva Estadual, se deu em razão “de sua participação em atos antidemocráticos no último dia 7 de Setembro”.

A coluna diz que durante reunião da Juventude do PSD (cuja média de idade era de 40 anos), Paes avisou que “quem quiser votar no Bolsonaro, pode sair do partido”. Vale lembrar que em 2020, ao contrário do combinado, Flávio Bolsonaro acabou apoiando Wilson Witzel para governador, que derrotou o atual prefeito do Rio no 2º turno

5 COMENTÁRIOS

  1. Dudu só faz aliança com bandido como Luladrão.
    O Rio de Janiero continua uma porcaria. Acho que esta pensando no carnaval…..
    Fazer gestão com dinheiro a dar, literalmente, pelo ladrão, nas épocas de Copa e Olimpiadas é mole.

  2. Engraçado, sempre apoiou a maior praga que assola a nossa cidade, a milícia q hj se confunde com o tráfico de drogas, é q vai salvar…
    Eu ñ acredito êle, é ninguém da sua família, q trazem no DNA, a mesma herança politico/genética. Td farinha estragada do mesmo saco.

  3. Esse prefeito nem cuida da cidade direito e tem a cara de pau de ficar contra aquele que o pode ajudar em situação difícil, como o Rio sempre passa. Não há um só político no Rio que não faça merda na sua administração. Quer ficar contra o Presidente Bolsonaro, fica meu amigo, só que aquele que você apoia vai te deixar na mão, o nove dedos.

  4. Acho que pelo histórico político e pessoal do atual prefeito (desde que foi sub prefeito da Barra e como advogado), tem muito mais bagagem, sensatez e qualificação do que o atual presidente, esse sim um asno credenciado a comer capim.
    Covardemente em 2018 disse que não apoiaria ninguém, mas veladamente seus filhos deram apoio contrário a Paes e Dória, então natural que tenham virado inimigos.

  5. Decisão que pode lhe valer muito capim seco.
    Ele é prefeito de uma capital importante, e pelo jeito bem ingênuo em política.
    Devia ter mais aulas estilo mineiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui