Não é só a Taxa da Iluminação Pública, o prefeito Eduardo Paes continua procurando outras formas de onerar o carioca. A última noticiada foi a cobrança na semana passada do foro para alguns imóveis, pois estes seriam foreiros, utilizadores, de um terreno que pertenceria a Prefeitura do Rio de Janeiro. O G1 fez uma pequena explicação do que seria:

As sesmarias eram terras doadas às câmaras municipais. Com o passar do tempo, os prédios e casas construídos nestes locais passaram a pagar foros, uma espécie de aluguel, ao município para utilizar o terreno. Na cidade do Rio são 30 mil imóveis foreiros. Ao cobrar a dívida dos inadimplentes, a prefeitura espera arrecadar R$ 3 milhões.

É isso aí, se não der para criar um imposto novo o jeito é ressuscitar os antigos…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui