Eduardo Paes (DEM) e Pedro Paulo (DEM) vão poder ser candidatos a governador e deputado federal, respectivamente, em 2018, ao menos por enquanto. De acordo com o blog do Ancelmo/O Globo, o ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em decisão liminar, derrubou a decisão que cassava os direitos políticos do ex-prefeito Eduardo Paes e do deputado federal Pedro Paulo. A liminar ainda pode ser revertida no plenário do TSE.

Em 11 de dezembro do ano passado, o TRE-RJ, ao dar parcial provimento a recurso eleitoral, condenou, por unanimidade, o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes e o deputado federal Pedro Paulo Carvalho, que concorreu à Prefeitura do Rio em 2016, por abuso de poder político-econômico e conduta vedada a agente público, devido ao uso do “Plano Estratégico Visão Rio 500”, contratado e custeado pelo município, como plano de governo na campanha eleitoral nas últimas eleições.

Eduardo Paes está em 2º na pesquisa para governador do Rio publicada hoje pelo Jornal do Brasil.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui