Hotel Glória em 1940 O tradicionalíssimo Hotel Glória que fica, bem, na Glória, foi comprado pelo mega-empresário Eike Batista, também conhecido por ex-marido da Luma e pelo homem que quer ser o mais rico do mundo (dizem as más línguas que ele teve de escolher uma coisa ou outra, ou ser marido da Luma ou ser bilionário). Pois bem, o empresário adquiriu por R$ 80 milhões o hotel para ser sede do Grupo EBX, que pertence a Eike.

Apesar dos meus temores, o hotel não acabará, já que apenas 25% do prédio contará com escritórios do grupo empresarial. Na ampla reforma que passará o edifício será feita uma expansão dos quartos, o que significa modernização.

O objetivo de Eike é retomar a fachada da década de 1920, que segundo o empresário era muito mais bonita. Ele pretende chamar arquitetos cariocas para desenvolver o projeto.

Imagem retirada do Flickr Rio Passado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui