Paes celebrou a vitória em entrevista ao lado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia — Foto: Reprodução

Na primeira entrevista com jornalistas após ser eleito prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) classificou o resultado das eleições como “vitória da política” contra a radicalização e disse que a pandemia será o primeiro desafio em seu terceiro mandato na Prefeitura do Rio.

“A primeira mensagem que eu queria passar é de agradecimento, aos cariocas que foram às urnas e acreditaram nas nossas propostas (…) Queria também celebrar aqui uma vitória da política. Nós passamos os últimos anos radicalizando a política brasileira. O resultado desse radicalismo certamente não fez bem a nenhum de nós cariocas, não fez bem a nenhum de nós brasileiros.”

Durante sua fala, Paes voltou a chamar seu adversário, o atual prefeito Marcelo Crivella de “pior prefeito da história do Rio“.

“Nesse momento, os cariocas não disseram apenas sim às nossas propostas. Quero anunciar que o Rio está livre do pior governo da sua história. Hoje vocês estão livres a confirmar novamente a cidade da diversidade. O Rio vai voltar a dar certo. Com muita esperança. Eu tenho muita convicção que essa vitória de hoje é muito importante.”

Questionado sobre suas primeiras medidas como prefeito, Paes disse que começará os trabalhos já na segunda-feira (29/11).

“Nós vamos deixar essas medidas pra amanhã. Não há dúvidas de que é um tempo mais exíguo. Eu espero contar com o apoio e gentileza do prefeito Marcelo Crivella. Não tenho dúvida que o primeiro desafio está na saúde, na pandemia.”

Comentando sobre o que poderá ser diferente neste seu novo governo, Eduardo disse:

“Eu quero dizer para todos que nos assistem que estou mais maduro, mais preparado. E que a partir de hoje a gente vai fazer o Rio dar certo.”

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui