Agentes do programa BRT Seguro em estação no Rio - Foto: Divulgação/Seop

Duas semanas após ter sido lançado, o programa BRT Seguro, focado no combate a atos de vandalismo e calotes em estações do referido meio de transporte no Rio de Janeiro, já apresenta resultados.

De acordo com o primeiro balanço divulgado pela Prefeitura da capital fluminense, houve uma queda de 26% na quantidade de usuários entrando sem pagar no período entre a primeira semana de maio e a primeira semana de junho. Além disso, há uma média de 1 pessoa presa diariamente, seja por tentativa de furto, receptação ou dano ao patrimônio público.

Vale ressaltar que o BRT Seguro, iniciado no dia 02/06, conta com apoio de aproximadamente 900 agentes, entre policiais militares e guardas municipais. O custo total do programa é de cerca de R$ 10 milhões.

Segundo Cláudia Secin, interventora do BRT, o projeto não tem tem pontos fixos de policiamento, isto é, os agentes vão se deslocando de acordo com as demandas nas estações, priorizando as consideradas mais críticas. Atualmente são 21.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui